Aprendendo a descansar nos braços do Senhor

“Quem está cansada, coloca o dedo aqui, que já vai fechar, e não adianta chorar, e nem berrar…”

A vida da mulher moderna é marcada pelo cansaço, afinal são muitas as nossas atribuições… Mas e quando o nosso cansaço está na alma? Como podemos descansar quando estamos enfrentando uma grande dificuldade que não nos deixa se quer dormir?

É fácil falar que confiamos e que descansamos em Deus no nosso dia a dia… Mas a verdade é que descansar no Senhor no dia mau, no dia da tempestade, no dia de tanta provação é bem difícil. Nesse dia nossa fé vacila e nada nos faz descansar. Questionamos e muitas vezes desacreditamos nas promessas de Deus sobre nossas vidas.

Em Salmos 37:3-7a fala assim: “Confia no Senhor e faze o bem; assim habitarás na terra, e te alimentarás em segurança. Deleita-te também no Senhor, e ele te concederá o que deseja o teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará. E Ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu direito como o meio-dia. Descansa no Senhor, e espera nele.

Esses versículos nos ensinam a descansar em Deus, mesmo em meio a luta, dor, sofrimento ou dificuldade… Para isso precisamos ter as seguintes atitudes:

❤ 1) Confiar em Deus

Confiar é ter fé, acreditar, esperar, ter confiança, ter certeza de que Ele está no controle de todas coisas e de que Ele se preocupa conosco o tempo todo. Se não confiamos Nele é porque não conhecemos Seus atributos. Você tem confiado em Deus? Você crê que Ele se importa com você? Peça ao Senhor para colocar essa convicção e essa certeza no seu coração! Confia Nele!

❤ 2) Alegrar-se no Senhor

Tenha alegria, prazer e satisfação em Deus. O nosso contentamento, nossa satisfação e nosso prazer tem que estar nas coisas de Deus. Não pode estar no nosso trabalho, na nossa família, nos nossos filhos, nem nas nossas aquisições. Nossa alegria tem que estar no Senhor, porque Ele nunca nos frustrará, nem nos entristecerá… Um coração alegre é mais forte para superar os desafios do dia a dia e é impossível não nos alegrarmos quando lembramos do amor que Deus têm por nossas vidas.

❤ 3) Entregar o teu caminho ao Senhor

Entregar é passar para as mãos de alguém, render-se, submeter-se, dar-se inteiramente. Mas o que devemos entregar? Devemos entregar nosso caminho, nossa vida, nosso futuro, nossos planos, nossas famílias, nossos sentimentos… Resumindo: devemos entregar TUDO!
Quando não entregamos, ficamos com tudo nas nossas mãos e falamos assim para o Senhor: não preciso de você, deixa que eu vou conseguir sozinha, vou fazer conforme minha vontade.
Que tal entregar hoje a sua vida ao Senhor para deixar Ele conduzi-la conforme a vontade Dele? Entregue sem medo, Ele tem o melhor para você,

❤ 4) Esperar no Senhor

Esperar é aguardar, ter esperança, ter paciência. Esperar no Senhor é ficar na expectativa de como Deus agirá. Deus vai operar o milagre, mudar as circunstância, restaurar os relacionamentos, restituir as perdas, entre outras coisas… Mas sempre no tempo certo, no tempo Dele, onde tudo se encaixará perfeitamente. Sei bem que é difícil, mas devemos aprender a esperar o tempo Dele.

❤ 5) Descansar no Senhor

Descansar significa livrar do cansaço, da fadiga, do trabalho; apoiar-se, repousar, livrar-se do que incomoda.
Precisamos nos acalmar, fazer uma coisa de cada vez para desfrutarmos da vida que Jesus morreu para nos dar.
Em Mateus 11:28-30 Jesus nos fala: “Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso. Sejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso. Os deveres que eu exijo de vocês são fáceis, e a carga que eu ponho sobre vocês é leve.”

Sabe o que acharemos no Senhor? Descanso! Você está cansada? Coloque seu cansaço em Jesus e repouse em seus braços!

Se conseguirmos aplicar esses ensinamentos que a Palavra de Deus nos revela, aprenderemos a descansar Nele.

Confiar + alegrar + entregar + esperar = descansar

Descansa Nele, assim você passará pelas dificuldades do dia a dia sem perceber o seu cansaço. Você vai se surpreender com o que Deus pode e vai fazer na sua vida. Apenas confie, alegre-se, entregue e espere…

Deus abençoe abundantemente a sua vida, beijinhos no seu coração e até a próxima postagem!

““Milho de pipoca que não passa pelo fogo…”

Hoje o Facebook me trouxe uma lembrança mais que oportuna. Uma postagem com a mensagem: “Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho de pipoca para sempre. Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando PASSAMOS PELO FOGO. Quem não passa pelo fogo fica do mesmo jeito a vida inteira”. E há exatamente 1 ano atrás passei pelo fogo. E que fogo.

Era quinta feira, um dia normal de trabalho pós feriado, com as angústias de quem tem um bebê em casa, correria normal para sair, trabalhar, ir em casa no almoço ver se estava tudo bem e amamentar o pequeno, voltar correndo para não perder o horário a não ser por uma questão: minha estabilidade havia acabado. A “falsa paz interior” em se ter acolhimento, compreensão e valorização pois agora além de ser uma profissional que sempre deu o seu melhor, também era Mãe, foi-se embora e junto com o término da minha estabilidade veio a surpresa: meu desligamento.

Não fui desligada sozinha. Faltando 20 minutos para encerrar o expediente, houve uma demissão em massa na empresa, com a justificativa da crise econômica. Até aí tudo bem. Todos estamos sujeitos a isso, ainda mais no momento caótico em que estamos vivendo no nosso país. Mas junto com a carta de demissão, veio a dúvida: porque eu? Numa equipe de 10 pessoas, porque eu fui a escolhida? Eu, que sempre dei o meu melhor, que nunca me neguei a ficar depois do expediente quando a empresa precisava (sou contadora e o expediente contábil normalmente se estende nas empresas). Eu que tanto precisava do trabalho, eu que estava com um bebê de 6 meses em casa e precisava deste acolhimento, me sentir útil, precisava do meu salário no fim do mês para pagar as contas. No momento que uma mãe mais precisa de acolhimento não o tive. Foi justo comigo? Naquele momento, com certeza não. Mas hoje, sei que foi o melhor que poderia ter acontecido. Saí de lá muito trêmula e com um mix de sentimentos: alívio por poder ter um tempo a mais para ficar com meu bem mais precioso, meu filho, e ao mesmo tempo uma frustração tomava conta de mim. O que vou fazer agora? Eram tantas perguntas que o máximo que consegui fazer foi pegar o carro e ir embora para casa.

Depois do susto, veio a revolta. Vi que era mais uma na estatística pois várias mães passavam pela mesma situação de serem desligadas após o retorno ao trabalho pós licença maternidade/término da estabilidade. Não consegui por um bom tempo dimensionar a mistura de sentimentos, mas entreguei nas mãos de Deus o ocorrido e optei em ficar em casa até que Miguel completasse 1 ano. Era o tempo considerado ideal para que acompanhasse de perto seu desenvolvimento, para continuar amamentando e para me reorganizar para voltar ao mercado.

O prazo que me dei estava se encerrando. Estava mais inquieta que o normal e um desejo de mudança, de sair da minha zona de conforto e poder ficar perto do meu filho estava latente. Queria empreender, mas nãos sabia nem por onde começar. Após uma conversa com a Mariana Bicalho, resolvi fazer um programa de Coach. Em paralelo, fui convidada para participar de alguns processos seletivos e para minha surpresa, uma das empresas me escolheu e recebi um retorno muito caloroso para que começasse imediatamente. Mas e eu, estava escolhendo essa vida novamente para mim? Depois de muito conversar com meu marido (ele foi fundamental nessa transição), decidi recusar essa proposta e seguir meu caminho. Muitos me chamaram de “doida” mas decidi empreender num país em crise, com filho pequeno e com o coração cheio de vontade de fazer dar certo e fazer acontecer.

Neste momento tive a certeza de que não virei “piruá” (milho de pipoca que passa pelo fogo mas não se transforma em pipoca) pois me redescobri como mãe, como empreendedora e hoje faço o que gosto, estou com meu filho todos os dias, com flexibilidade e muito mais leveza. Trabalho pouco? Não… pelo contrário, trabalho muito mais que antes, mas com o diferencial que hoje trabalho feliz!!!!

Que saibamos virar pipoca sempre!!

“E há os que passam pelo fogo e continuam sendo “piruá” o resto da vida! Eis o livre arbítrio: mudar, fazer girar, transformar ou permanecer no mesmo lugar reclamando porque nada muda”.

 

Viviane de Paula Horta, mãe do Miguel e empreendedora na SoulFitbh

Necessaire “sustentável”

Olá !!!!

Estou de volta com um post  revolucionário!! Até para mim! rsrs

Vai ajudar você que não tem muito tempo para se arrumar, que não tem paciência, não entende bulufas ou que não quer gastar muito!

Vamos fazer uma maquiagem TOP para o dia a dia com uma necessaire “sustentável”,  apenas 5 produtinhos…

Isso mesmo!! Acredite!

Primeiro produto – Protetor com base

Escolha um bom protetor que tenha uma tonalidade dando uma leve cobertura.

O mais importante é escolher um produto para o seu tipo de pele para não causar nenhuma desfunção (ex: espinhas, excesso de ressecamento, entre outros).

Segundo produto :  Corretivo

Todo mundo sabe o poder de um corretivo. Por isso esse produto é indispensável.

Esconde olheiras, manchas e pontos avermelhados .

Com a ajuda de um pincel aplique o corretivo em todas as áreas que necessitar de correção.

Exemplos: olheiras, em volta do nariz, queixo e buço.

Terceiro produto : Pó compacto

O ideal é aplicar com um pincel bem fofo para conseguir um efeito natural. E sempre ficar atenta na hora de escolher a cor para não errar.

Uma dica interessante também é passar um pouco de pó compacto com o pincel de esfumar sombra na pálpebra móvel.

O efeito será de uma sombra básica nude e o melhor é que tira a cremosidade do corretivo, evitando sua marcação!!

Quarto produto: Blush cremoso

Esse produto é inovador e versátil, tem múltiplas funções… Vai funcionar como blush e batom, mas pode ser usado na pálpebra como sombra também!!

Passe pouquíssima  quantidade nas bochechas com o mesmo pincel que passamos blush em pó.

A grande diferença entre o cremoso e o pó  é a pigmentação, o cremoso é muitoooooooo mais pigmentado, por isso CUIDADOOOO!!

Passe ele também nos lábios com os dedos (para um efeito bem natural) ou com um pincel de boca.

Dê preferência a cor coral ou um rosa antigo que cai bem nas duas funções!

Quinto produto : Máscara de cílios

Esse produto fantástico que abre o olhar não tem muito segredo mas é importante saber que existem máscaras com efeitos diferentes.

Existe a máscara que dá volume, portanto seu pincel será mais “gordinho”, ou seja terá mais cerdas e sua textura mais grossa. Deixando um cílios mais cheio e encorpado.

E a outro efeito é o de definição, seu pincel parece um pente e sua textura mais fina. Deixa seus cílios bem organizados e separados!!

PS: Quanto mais camadas você passar mais efeito terá.

Meninas, apliquem essa técnica da necessaire “sustentável” e me contem o que acharam, ok?!

Sabemos o quanto uma imagem pessoal adequada hoje em dia é importante, tanto  para nossa vida profissional quanto para social!!

Bejos e até a próxima!!

 

 

 

 

Mommys na estrada – Praia

Vem chegando o verão…

Bora para a praia? É possível aproveitar muito com crianças de qualquer idade! E eles amam (geralmente)!

Paraíso!

Escolhendo o lugar

Quando viajamos com criança pra praia infelizmente não podemos pegar os óculos escuros e a canga e sair por aí na aventura, precisa de um pouco mais de cuidado e atenção. E já na escolha do lugar isso fica evidente. O lugar precisa ter o mínimo de estrutura para facilitar a vida dos pais. Não precisa ficar restrito somente a resort não, mas uma barraca com sombra e água fresca nunca são demais. Se possível escolha destinos com quiosque de praia, banheiro, chuveiro de água doce e mesas com guarda-sol. Opte também por praias com o mar mais calmo, pouca onda, para maior tranquilidade com as crianças.

Segurança

Na praia, principalmente no verão, temos que ter cuidado redobrado com os pequenos. Primeiro o sol, muito mais forte nessa época, que requer o dobro de atenção na proteção solar. Passe o bloqueador solar apropriado à idade antes de sair de casa e repita a aplicação de duas em duas horas mesmo que a criança fique na sombra, os raios solares refletem na areia e podem causar queimaduras sérias. Use também roupas com fator de proteção solar, chapéus e óculos escuros. Use e abuse de guarda-sóis e cabanas!

Outro ponto preocupante nessa época do ano é a desidratação. Dê sempre muito líquido à criançada! Prefira sempre água mineral, pois não há como atestar a qualidade da água fornecida nesses locais, e para as crianças maiores vale também muito suco, água de coco e picolés de fruta.

Não se esqueçam também do repelente! Ele deve ser aplicado depois do protetor solar já seco.

Para segurança no mar, acho que o principal cuidado é ter sempre um adulto junto à criança, sempre mesmo!

O corpo de bombeiros aconselha os pais a não colocar bóia de nenhum tipo nas crianças. Elas criam falsa sensação de segurança e podem fazer com que sejam levadas pelas ondas, inclusive, 25% dos afogamentos no mar são causados por bóias (fonte: Corpo de Bombeiros).

Use sempre identificação nas crianças, pode ser pulseira, etiqueta na roupinha ou mesmo tatuagem temporária, o importante é conter o nome da criança e o telefone do responsável. Para as crianças maiores, ensine a buscar um ponto de referência para se localizar, pode ser uma placa, um quiosque ou mesmo coloque uma canga bem colorida em sua barraca pra facilitar.

Chapéu para proteger do sol!

Na bolsa de praia

Façamos uma listinha:

Roupinhas leves e confortáveis;

Sandálias e chinelos leves;

Sunga, maiô ou biquíni;

Fralda de piscina e lenço umedecido;

Chapéu e boné;

Óculos escuros;

Toalha de praia;

Canga ou lençol fininho pra proteger do vento;

Roupão;

Brinquedinhos de praia;

Prancha para as crianças mais radicais;

Piscina inflável;

Protetor solar;

Repelente;

Farmacinha básica;

Leite em pó;

Papinha industrializada ou caseira acomodada em pote térmico;

Bolsa térmica;

Água mineral, frutas e biscoitos se não houver pra comprar no local.

Logística

Chegue cedo pra pegar um bom lugar e aproveitar o sol saudável da manhã. Ao chegar, monte a estrutura de sombra para a criançada usando guarda-sóis ou barracas.

Monte a piscina inflável e já encha de água (se possível, água doce) pra ir esquentando um pouco. Espalhe os brinquedinhos e coloque uma canga ou toalha no chão pra criança sentar. Não é recomendável deixar as crianças sentadas direto na areia, pois existem várias doenças dermatológicas que podem ser transmitidas dessa forma.

Se bater o cansaço, prepare uma “caminha” de areia e forre com toalha seca. Acomode a criança e cubra-a com uma canga leve para proteger do vento. O mesmo arranjo pode ser feito dentro da piscininha inflável seca.

Alimentação

Para os bebês que ainda mamam no peito, aumentem a frequência das mamadas para evitar desidratação. Dê água mineral se sentir necessidade.

Para as crianças maiores, além da hidratação, dê preferência por frutas, pães e biscoitos. Refeições mais leves são ideais no calor. Evite comprar de ambulantes e barracas de praia, nunca sabemos as condições que o alimento foi preparado. Se precisar comprar algo, opte por industrializados de marcas conhecidas ou alimentos que não estragam com facilidade.

E o mais importante, respeite a criança! Eles têm suas vontades e gostos. Se ficarem desconfortáveis ou chorões, vamos todos embora ficar na piscina!

Não gostei

Algumas praias brasileiras testadas e aprovadas por pais e mães de filhos pequenos*

Região Sudeste

Baleia, São Sebastião (SP)

Barra do Saí, São Sebastião (SP)

Barra do Una, São Sebastião (SP)

Enseada, Guarujá (SP)

Juqueí, São Sebastião (SP)

Veloso, Ilhabela (SP)

Leblon, Rio de Janeiro (RJ) – Baixo Bebê

Meaípe, Guarapari (ES)

Região Nordeste

Costa do Sauípe, distrito de Mata de São João (BA)

Praia do Forte, distrito de Mata de São João (BA)

Stella Maris, Salvador (BA)

Villas do Atlântico, Lauro de Freitas (BA)

Porto das Dunas, Aquiraz (CE)

Porto de Galinhas, distrito de Ipojuca (PE)

Região Sul

Praia de Bombinhas, Bombinhas (SC)

Jurerê Internacional, Florianópolis (SC)

Lagoinha do Norte, Florianópolis (SC)

* segundo o site Baby Center Brasil

 

 

 

 

Mãe, educação financeira e filhos

Vocês sabem qual a importância da Mãe na educação dos seus filhos? Ahh, essa pergunta é muito fácil responder. As mães são a base fundamental para os filhos; as mães se desdobram em 1 milhão para oferecer o melhor aos filhos; as mães são bravas pensando no melhor para os filhos; as mães são chatas pensando no melhor para os filhos; as mães são meigas pensando no melhor para os filhos; mães trabalham (em casa, fora ou os dois) pensando no melhor para os filhos. Bom, resumindo, as mães são a base dos filhos!

E agora, outra pergunta: vocês sabem qual a importância da mãe na educação financeira dos filhos? Hummmmm, talvez a resposta desta pergunta seja regada de algumas incertezas.

A educação financeira está embutida em tudo o que as mães fazem, porém, podem passar despercebidos alguns detalhes importantes na rotina do dia-a-dia.

Geralmente, as mães tomam decisões econômicas todos os dias e, por estarem mais próximas aos filhos, estas decisões são observadas e percebidas pelas crianças. O que significam estas decisões econômicas:

  • Lista de compras de Supermercados;
  • Evitar desperdícios domésticos;
  • Reforma da casa;
  • Vestuário;
  • Festas;
  • Encontros;

As decisões saudáveis terão reflexos saudáveis nos filhos, porém, existe o mesmo impacto quando não são tomadas as melhores decisões.

É claro que os pais também possuem posições importantes neste assunto. Porém, é notório que, em sua maioria, as mães que trabalham fora ou não possuem uma posição mais firme em relação aos filhos, influenciam menos positivamente. Tem também a questão que, segundo o Censo Demográfico de 2010, o país possui 87% das famílias sem cônjuge e com filhos e estas famílias são chefiadas pela mulher.

Vamos a alguns pontos em relação à educação financeira para você, que é mãe, apoiar mais ainda os filhos:

 

 

  • Exemplo
    • Primeiro passo é ter o gerenciamento das suas finanças, conhecer a fundo as entradas e saídas do dinheiro;
      • Mostrar que você possui domínio do dinheiro, passa tranquilidade e confiança para os filhos. Lembre-se: Exemplo é tudo!
    • Pagar os compromissos em dia.
      • Os filhos sentem quando você fica sendo cobrada por algo que já devia ter pago. Eles (filhos) ficam preocupados e sem saber o que fazer. Lembre-se: Exemplo é tudo!
      • Caso esteja em atraso, procure saídas para poder regularizar a sua vida financeira. Não deixe para depois, senão depois será bem pior que agora.
    • Evite desperdícios, faça consumo de forma consciente;
      • Com esta ação de consumo consciente, você estará dando um grande recado para os filhos em relação ao que consumir, seja em compras em Supermercado, em quantidade de alimentos deixados no prato, etc.
      • Ao contrário, você estará mostrando que o seu filho poderá ser livre para fazer o que bem entender. Sem regras!! Lembre-se: Exemplo é tudo!

 

  • Prática de compensação
    • Presentes e mimos para os filhos em função de uma “falta” (trabalha fora, estuda fora, etc) não é a melhor opção para uma educação financeira. Este tipo de atitude pode fazer com que o seu filho fique insaciável, sem controle de impulsos e desejos. Quando o filho for menor você ainda terá como gerenciar, porém, quando chegar na pré-adolescência, este poderá sofrer grandes problemas por esta falta de educação financeira, ou seja, o filho vai achar, sempre, que precisará ter mais e mais e irá utilizar a sua falta para conquistar o quer.
    • Mas, o que fazer? Quando estiver em casa, dê atenção! Brinque, faça passeios (no parque, numa praça), tome café junto na mesa, o mesmo, no almoço. Nestes momentos, conte como foi no trabalho ou na escola e faça com que eles contem a rotina deles (assim, você terá momentos incríveis com seus filhos).
    • Devem pensar: “Nossa, mas eu chego tão cansada” “Fico tão cansada que às vezes fico muito irritada” e, nestas horas, os presentes seriam os calmantes. Mesmo se sentindo assim, se forcem a passar estes tempos com os filhos. Aproveitem os sorrisos de alegria, os gritos de felicidade, os choros por causa de um tombo. Preferível isso do que o silêncio de alguém no Vídeo Game, celular de última geração, etc.
    • Não sou especialista neste assunto, mas vale muito mais um grande esforço de passar este tempo com os seus filhos e vê-los crescer do que chegar em um momento da vida e dizer: “Nossa, como ele cresceu!!!!”

 

  • Limites
    • Para mim, a melhor educação para os filhos é a prática do Não. O não ensina os filhos a darem valor às conquistas. A Frustação é importante para amadurecimento das crianças. Elas entenderão que não poderão comprar tudo o que querem e, sabendo disso, não terão desilusões no futuro.
    • Façam um esforço para suportar aquela birra ensurdecedora e se manterem firmes. Quando uma criança quer algo, sai de baixo… rsrsrs. Mas sejam fortes, não é não e pronto!!!!!

 

  • Você!
    • Até aqui falamos tudo aquilo que as mães devem fazer pelos filhos. Dei sugestões para vocês se desdobrarem ainda mais… rsrsrs
    • Porém, nunca, mas nunca, deixem de cuidar de vocês. Reservem um tempo para vocês, um tempo para a saúde, para cuidar da beleza mental, física, espiritual e emocional.
    • Quanto mais feliz estiver com você, mais equilíbrio passará para os filhos e a quem estiver a sua volta. E este equilíbrio os tornarão menos compulsivos e ansiosos.
    • Então, vá a academia, vá ao salão de beleza, vá se cuidar espiritualmente. Procure ficar um tempo só, isso é de grande importância para você conversar só com você nestes dias corridos que possuem. Você precisa ser a sua melhor amiga!!!

Quero terminar reforçando que, uma conversa franca sobre as finanças familiares com a família trarão todos envolvidos para o mesmo objetivo, mesmo sonho e todos comemorarão as mesmas conquistas e se ajudarão em caso de desvios.

Você quer voar mais alto?

 

O quadro dos sentimentos

Ontem, conversando com uma amiga MUITO querida ela me deu uma super dica. E super dicas a gente não guarda pra gente, a gente compartilha.

Estava contando pra ela o quanto Luc (6 anos) está difícil. Acho que o ciúme pela irmãzinha atingiu o ponto máximo.

Laura está naquela fase fofa (1 ano e 6 meses) aprendendo tudo, falando as primeiras palavras, imitando a gente, dançando, e é inevitável a gente ficar babando. Luc está fazendo de tudo e mais um pouco pra chamar nossa atenção e eu estou perdida sem saber exatamente o que fazer.

Então essa amiga, a Fabi, que é adepta da Disciplina Positiva (inclusive tem depoimento dela na última edição da Revista Mommys e ela está na capa com os dois filhos  lindos) me disse que isso era um pedido de socorro. Meu coração partiu! Ela falou que pra começar ele precisa entender e nomear os sentimentos dele, e isso poderia ser facilitado com o Quadro de Sentimentos.

Ela me explicou como funciona o quadro e quando cheguei em casa a primeira coisa que fiz foi pesquisar mais sobre o assunto e fazer um pro Luc.

A ideia é bem simples. Selecionei vários sentimentos, ilustrei e, já que ele já lê, escrevi  embaixo o nome de cada sentimento. O que ele tem que fazer é todos os dias alimentar o quadro com o setimento do dia, ou do momento.

O quadro pode ser feito em diversos formatos, e eu decidi fazer o do Luc em uma folha imantada, achei que assim ele ia achar mais divertido colocar os sentimentos no quadro.

Eu fiz a arte e vou disponibilizar aqui para download. Quem quiser fazer é só imprimir em vinil (ou qualquer outro papel adesivo) e colar em uma folha imantada.

A minha experiência com a Consultoria do Sono

Lembro como se fosse hoje… Laura com uma semana de vida e eu conseguia ir no salão fazer unha na maior tranquilidade. A baby só dormia! Mal sabia eu que meses depois o sono ia se tornar um grande desafio.

Até mais ou menos 7 meses ela continuou dormindo que era uma beleza. Mas de repente, tudo mudou. Baby Laura começou a acordar durante a noite, uma, duas, três vezes. Além disso, era cada vez mais difícil fazê-la pegar no sono. Achei que era a angústia da separação e achei que em 1 mês mais ou menos ela voltaria ao normal.

Mas passaram-se meses… e ela não voltou! Eu e o Ric (meu marido) já estávamos enlouquecendo. As Mommys sabem, eu fazia posts desesperados no grupo, eu estava no meu limite!

Algumas vezes me sugeriram procurar uma consultora do sono, mas pra ser bem sincera, eu nunca fui de botar muita fé nessas coisas. Ah… com o Luc (meu primeiro filho, hoje com 6 anos) foi tudo tão simples, tão natural… E eu achava que dessa vez tinha que ser também. Porém minhas noites eram terríveis e consequentemente os meus dias também. Eu andava nervosa e impaciente, sempre cansada. Não dava mais!

E foi em um dia desses de desespero que a Jéssica (consultora do sono) me chamou oferecendo ajuda. Confesso que num primeiro momento aceitei porque pensei, pior não tem jeito de ficar, então vamos ver qual é.

Foi uma decisão tomada em conjunto, eu e Ric decidimos abraçar essa ajuda e fazer o que fosse preciso, além disso, mais do que nunca precisaríamos trabalhar em equipe. Foi uma escolha nossa, e como toda escolha, veio com algumas renúncias, mas estávamos determinados.

A partir desse dia tudo mudou! Como um milagre!

A Jéssica conversou comigo, quis saber detalhadamente da rotina da Laura, me passou um questionário pra responder, e depois me passou o “plano de ação”!

No plano de ação ela ajustou a rotina da Laura e me apresentou algumas técnicas. Decidimos pela que faria efeito mais rápido! rs

Antes que me perguntem: entre elas não tinha nenhuma de deixar chorando. Nem no limite do desespero que eu estava eu deixaria minha baby chorando.

Começamos e o primeiro dia foi sofrido. Laura chorou muito e demorou 2 horas e meia (!!!!!) pra dormir. Eu e Ric revezávamos a cada meia hora. Eu estava quase desistindo, ele é mais firme que eu e acabou assumindo o final, enquanto isso eu, com o coração apertado, mandava whatsapp pra Jéssica. Ela me apoiou e encorajou, fez toda a diferença pra eu conseguir me manter focada.

Gente, no dia seguinte o milagre começou! Laura demorou meia hora pra dormir!!!!

Estamos no 22o dia, ontem terminou a fase da rotina super rígida. Durante esses dias ela acordou durante a noite pouquíssimas vezes, e em algumas vezes ela acordou e dormiu novamente sem precisar de intervenção.

Hoje ela já não chora mais pra dormir, na hora que entramos no quarto ela já fala “curo” (escuro), colocamos no berço e ela deita sem reclamar. Uma fofura!

Foi inacreditável o que essa mundaça trouxe pra minha família. Muito mais qualidade de vida, nossas noites ficaram longas, consigo um tempo de qualidade com meu marido e com o Luc, o stress e a falta de paciência constantes sumiram, eu consigo produzir mais no trabalho, pois não vivo cansada mais. Tudo mudou, pra muito melhor!

Algumas dicas que aprendi:

  • o quarto deve ser super escuro, você não pode conseguir ver a palma da sua mão
  • a criança deve dormir no local onde ela ficará o resto da noite
  • peito, mão dada, carinho pode, mas devem ser retirados antes da criança pegar no sono, pois se ela acordar ela vai procurar
  • as sonecas do dia são super importantes para o sucesso do sono à noite

Matando um leão por dia

Você provavelmente já ouviu alguma expressão como essa: você terá que me matar um leão por dia. Pois é…  A verdade é que enfrentamos e matamos ao menos um “leão” por dia, e em alguns momentos de nossas vidas matamos dois, três, quatro “leões” em um único dia.

Diariamente enfrentamos árduos problemas em diversas áreas da nossa vida: saúde, profissional, financeira, familiar, conjugal, escolar, relacionamentos, entre outros.  Olhamos para esses problemas como alguém indefeso olha para um leão faminto e feroz, se sentindo uma presa fácil, em um terreno descampado. Olhamos para o problema como se já soubéssemos o fim: Acabou! Já era! Não tem saída! Fim do jogo!

Acontece, que a última palavra sempre vem de Deus e é Ele quem determina o início, o meio e o fim de todas as coisas. Ele vê tudo que existe no passado, no presente e no futuro. É Ele também quem conhece nossas motivações, pensamentos, problemas e emoções. Nada passa desapercebido de Seus olhos. Portanto, somente Ele sabe o tamanho do “leão” que enfrentamos ontem, o “leão” que virá hoje, o “leão” que virá amanhã, o de depois e depois e depois e depois de amanhã.

Independente de nossa fé, crença ou religião, não estamos isentas de enfrentar situações adversas que tentam nos paralisar, amedrontar e devorar. É sabido que teremos aflições nesse mundo, mas temos que ter bom ânimo, lembrando que Jesus luta em nosso favor e que tudo está sob seu controle e poder, e isso inclui os nossos “leões” de cada dia.

Quando reconhecemos que Deus é o nosso refúgio, nossa força, nossa segurança e nossa fortaleza, aprendemos a enfrentar o “leão” da maneira correta. Já te garanto que não será fugindo, nem tão pouco pela força dos nossos braços, pernas e mãos. Será exclusivamente com a força da nossa fé.

Hoje, quando o “leão” se levantar, na tentativa de te devorar, olhe em seus olhos, sem medo, enfrente-o, confie na força que o nome de Jesus tem. Creia em seu poder sobrenatural que é capaz de derrubar todas as mais difíceis situações. E tenha certeza de uma coisa, com Ele você vencerá essa batalha, porque com Ele você já é mais que vencedora.

Não fuja, não tenha medo, não fique assustada, seja forte e corajosa, pois o nosso Pai te fortalecerá, te ajudará e te sustentará. Ele estará com você, a cada “leão” que se levantar, basta confiar em seu Santo Nome e no seu glorioso poder.

Ore, creia e lute! Não desanime, você já venceu esse “leão”, porque Ele já venceu tudo, por mim e por você.

Beijinhos no seu coração, que Deus abençoe sua vida e que você sinta, dia após dia, mais confiança para enfrentar o seu “leão”.

Deixo aqui os versículos para refletirmos até o nosso próximo encontro:

  • Josué 1:9 “Lembre da minha ordem: “Seja forte e corajoso! Não fique desanimado, nem tenha medo, porque eu, o Senhor, o seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for.”
  • Salmos 46: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.”
  • Isaías 41:11-13 “Todos os seus inimigos serão derrotados e humilhados; todos os que lutam contra vocês serão destruídos e morrerão. Se vocês procurarem os seus inimigos, não os acharão, pois todos eles terão desaparecido. Eu sou o Senhor, Deus de vocês; eu os seguro pela mão e lhes digo: ‘Não fiquem com medo, pois eu os ajudo.’

Dicas preciosas !!!

Olá meninas, o objetivo desse post é compartilhar com vcs dicas preciosas de como cuidar e escolher os produtos certos para economizar na hora da maquiagem! São dicas que fui adquirindo com o tempo, aprendendo com profissionais importantes que trabalhei e estudando vários artigos sobre o assunto.

1. USE O PINCEL 

Um bom pincel irá ajudar a economizar muito os seus produtos, já existem estudos que comprovam que o pincel absorve apenas uma pequena quantidade do produto utilizado, enquanto a esponja e a mão absorve seis vezes mais. Além de dar  um acabamento natural e uniforme.

O interessante é que vc pode passar todos os produtos líquidos para rosto, prime, hidratante, corretivo… e não só a base.

Inclusive o seu filtro solar,  durará muito mais!!

2. APARÊNCIAS ENGANAM

Sabe quando o batom atinge supostamente o “final “da embalagem, não se engane….ele não acabou!!

Ainda tem em média 20% de batom ali… retire utilizando  uma pá ou colher  e coloque em um porta comprimido, esses que  compramos na farmácia!!

Veja a foto abaixo, vc pode criar uma paleta de cores diversas dos seus batons preferidos!!

PS: Se vc usa produtos da marca MAC, fique ligada… A MAC tem um programa que se chama BACK TO MAC. Funciona assim… vc junta seis embalagens de plástico dos produtos que acabaram e troca por uma batom!!

 

3. DEMAQUILANTE DO SÉCULO 

Todo mundo sabe que o que faz mal para pele não é a maquiagem e sim não retirá-la devidamente.

Investir em um demaquilante é sempre um dilema… é caro,  não retira totalmente a  maquiagem à prova d’água, arde, deixa a pele oleosa, entre outras coisas.

Há mais ou menos 6 meses venho lendo artigos sobre ativos desse produto e fazendo o teste todos os dias. E posso falar que tive 100% de satisfação em todos esses aspectos.

Ele é barato, toda mommys tem em casa e a pele melhora nitidamente.

Tira tudo, deixando a pele hidratada e confortável!!!  O ideal é lavar em seguida com um sabonete para o seu tipo de pele.

O queridinho que tanto ganhou meu coração é nada menos do que o nosso shampoo johson amarelinho.

Façam o teste e me contem o que acharam por favor!!!

Vou ficando por aqui e espero ter ajudado!!

Bjs

 

Torta Gelada de Abacaxi

Queridas e amadas Mommys, Sumi né???
Mas vida de mamãe, esposa e acadêmica não é fácil, mas não esqueci de vocês, aliás, esquecer jamais!!!!
Hoje eu trouxe uma receitinha de família, daquelas de fazer aos domingos e saborear depois daquele almoço maravilhoso.
O gostinho dela, me trás recordações saudosistas e muito gostosas!!!
Já que recordar é viver, vamos lá!!!!

Torta Gelada de Abacaxi!!!

Ingredientes:
1 abacaxi ou mais
2 xícaras (chá) de açúcar
1 Xícara de Água

Creme Branco (Base)

1 lata de leite condensado
2 latas de leite (usar a lata do leite condensado como medida)
3 gemas
1 colher (sopa) de maisena

Merengue

3 claras em neve
6 colheres (sopa) de açúcar confeiteiro

Modo de Preparo:

Doce de abacaxi
Descasque o abacaxi, corte em rodelas, tire o miolo e corte em pedacinhos.
Coloque em uma panela no fogo, com as duas xícaras de açúcar, o abacaxi picadinho e a água, deixe ferver.
Deixe apurar, até o abacaxi ficar com o  caldo um pouco grosso, coloque esse doce em um refratário de vidro e reserve.

Creme Branco

Coloque a lata de leite condensado, misture a maisena com o leite, passe as gemas na peneira para retirar a película.
Misture bastante antes de levar ao fogo(Eu uso um Fouet para mexer).
Mexa sem parar até engrossar o creme.
Reserve e deixe esfriar.

Merengue

Bata as claras em neve, acrescente o açúcar aos poucos, sem parar de bater, até ficar um branco bem brilhante.

Montagem:

Num refratário faça uma Caminha de abacaxi, depois creme branco e por cima o merengue, eu uso saco de confeitar e faço como se fossem vários suspiros, mas se não tiver como fazer no saco, ou saquinho, coloque várias colheradas e faça picos com o garfo, e use a imaginação.
Levar no forno bem quente por uns 15 a 20 min e deixar o merengue corar.
Leve ao freezer por no mínimo 2 horas, depois manter na geladeira.

Depois daquele almoço de domingo, essa sobremesa tem seu lugar!!!!

Podemos variar as frutas, com manga e morangos fica bem gostoso também!!!

Beijokas em Todas!!!!