Mommys na estrada – Praia

Vem chegando o verão…

Bora para a praia? É possível aproveitar muito com crianças de qualquer idade! E eles amam (geralmente)!

Paraíso!

Escolhendo o lugar

Quando viajamos com criança pra praia infelizmente não podemos pegar os óculos escuros e a canga e sair por aí na aventura, precisa de um pouco mais de cuidado e atenção. E já na escolha do lugar isso fica evidente. O lugar precisa ter o mínimo de estrutura para facilitar a vida dos pais. Não precisa ficar restrito somente a resort não, mas uma barraca com sombra e água fresca nunca são demais. Se possível escolha destinos com quiosque de praia, banheiro, chuveiro de água doce e mesas com guarda-sol. Opte também por praias com o mar mais calmo, pouca onda, para maior tranquilidade com as crianças.

Segurança

Na praia, principalmente no verão, temos que ter cuidado redobrado com os pequenos. Primeiro o sol, muito mais forte nessa época, que requer o dobro de atenção na proteção solar. Passe o bloqueador solar apropriado à idade antes de sair de casa e repita a aplicação de duas em duas horas mesmo que a criança fique na sombra, os raios solares refletem na areia e podem causar queimaduras sérias. Use também roupas com fator de proteção solar, chapéus e óculos escuros. Use e abuse de guarda-sóis e cabanas!

Outro ponto preocupante nessa época do ano é a desidratação. Dê sempre muito líquido à criançada! Prefira sempre água mineral, pois não há como atestar a qualidade da água fornecida nesses locais, e para as crianças maiores vale também muito suco, água de coco e picolés de fruta.

Não se esqueçam também do repelente! Ele deve ser aplicado depois do protetor solar já seco.

Para segurança no mar, acho que o principal cuidado é ter sempre um adulto junto à criança, sempre mesmo!

O corpo de bombeiros aconselha os pais a não colocar bóia de nenhum tipo nas crianças. Elas criam falsa sensação de segurança e podem fazer com que sejam levadas pelas ondas, inclusive, 25% dos afogamentos no mar são causados por bóias (fonte: Corpo de Bombeiros).

Use sempre identificação nas crianças, pode ser pulseira, etiqueta na roupinha ou mesmo tatuagem temporária, o importante é conter o nome da criança e o telefone do responsável. Para as crianças maiores, ensine a buscar um ponto de referência para se localizar, pode ser uma placa, um quiosque ou mesmo coloque uma canga bem colorida em sua barraca pra facilitar.

Chapéu para proteger do sol!

Na bolsa de praia

Façamos uma listinha:

Roupinhas leves e confortáveis;

Sandálias e chinelos leves;

Sunga, maiô ou biquíni;

Fralda de piscina e lenço umedecido;

Chapéu e boné;

Óculos escuros;

Toalha de praia;

Canga ou lençol fininho pra proteger do vento;

Roupão;

Brinquedinhos de praia;

Prancha para as crianças mais radicais;

Piscina inflável;

Protetor solar;

Repelente;

Farmacinha básica;

Leite em pó;

Papinha industrializada ou caseira acomodada em pote térmico;

Bolsa térmica;

Água mineral, frutas e biscoitos se não houver pra comprar no local.

Logística

Chegue cedo pra pegar um bom lugar e aproveitar o sol saudável da manhã. Ao chegar, monte a estrutura de sombra para a criançada usando guarda-sóis ou barracas.

Monte a piscina inflável e já encha de água (se possível, água doce) pra ir esquentando um pouco. Espalhe os brinquedinhos e coloque uma canga ou toalha no chão pra criança sentar. Não é recomendável deixar as crianças sentadas direto na areia, pois existem várias doenças dermatológicas que podem ser transmitidas dessa forma.

Se bater o cansaço, prepare uma “caminha” de areia e forre com toalha seca. Acomode a criança e cubra-a com uma canga leve para proteger do vento. O mesmo arranjo pode ser feito dentro da piscininha inflável seca.

Alimentação

Para os bebês que ainda mamam no peito, aumentem a frequência das mamadas para evitar desidratação. Dê água mineral se sentir necessidade.

Para as crianças maiores, além da hidratação, dê preferência por frutas, pães e biscoitos. Refeições mais leves são ideais no calor. Evite comprar de ambulantes e barracas de praia, nunca sabemos as condições que o alimento foi preparado. Se precisar comprar algo, opte por industrializados de marcas conhecidas ou alimentos que não estragam com facilidade.

E o mais importante, respeite a criança! Eles têm suas vontades e gostos. Se ficarem desconfortáveis ou chorões, vamos todos embora ficar na piscina!

Não gostei

Algumas praias brasileiras testadas e aprovadas por pais e mães de filhos pequenos*

Região Sudeste

Baleia, São Sebastião (SP)

Barra do Saí, São Sebastião (SP)

Barra do Una, São Sebastião (SP)

Enseada, Guarujá (SP)

Juqueí, São Sebastião (SP)

Veloso, Ilhabela (SP)

Leblon, Rio de Janeiro (RJ) – Baixo Bebê

Meaípe, Guarapari (ES)

Região Nordeste

Costa do Sauípe, distrito de Mata de São João (BA)

Praia do Forte, distrito de Mata de São João (BA)

Stella Maris, Salvador (BA)

Villas do Atlântico, Lauro de Freitas (BA)

Porto das Dunas, Aquiraz (CE)

Porto de Galinhas, distrito de Ipojuca (PE)

Região Sul

Praia de Bombinhas, Bombinhas (SC)

Jurerê Internacional, Florianópolis (SC)

Lagoinha do Norte, Florianópolis (SC)

* segundo o site Baby Center Brasil

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *