Cheque Especial não é salário!!!!!!!

Quando visualizamos a nossa conta pelo Internet Banking ou quando tiramos um extrato, podemos perceber que temos a informação do saldo da conta corrente, saldo bloqueado, encargos, limite de cheque especial e saldo total disponível (não necessariamente nesta ordem e nem com estes nomes).

E vai chegando ao final do mês e vemos no saldo total disponível um valor bem maior que o verdadeiro e este valor pode variar de pessoa a pessoa e de banco para banco.

Este saldo total disponível é o crédito que o banco fornece chamado de Cheque Especial.

Ex.

Você possui um salário de R$1.000,00.

Os seus gastos mensais ficam exatamente R$1.000,00

O banco lhe forneceu um cheque especial de mais R$1.000,00

Assim, se você ganha R$1.000,00 e gasta R$1.000,00 terá no final do mês R$0,00, porém com o cheque especial o seu extrato mostrará que terá R$1.000,00 livres para utilização.

E chegar no final do mês e ver que ainda temos dinheiro para usar é bem tentador.

Peço bastante cuidado com este credito fácil que o banco fornece, basicamente o mesmo cuidado com o crédito do Cartão de Crédito (já citado em artigo neste blog).

Em agosto de 2017 os juros do Cheque Especial estavam em 317,3%. Juros altíssimos. Daremos exemplo do que estes juros podem representar.

Primeiro quero esclarecer o motivo destes juros: por ser um crédito de fácil acesso, o banco não tem a certeza e nem garantia de que você irá pagar por este empréstimo. Assim é cobrada uma taxa alta pelo risco que o banco corre.

Caso você precise utilizar o Cheque Especial é de grande importância que o valor utilizado seja quitado o quanto antes, senão a dívida se transformará em uma assustadora bola de neve.

Vamos ao Exemplo.

Sendo utilizados R$1.000, do Cheque especial, tal valor que é o limite do exemplo acima.

Se utilizou R$1.000,00 do Cheque Especial e recebeu de Salário os R$1.000,00 (como no exemplo) você teria quitado esta dívida certo? Errado!!!! Você ainda estaria no negativo, veja a matemática abaixo:

R$1.000,00 de cheque especial, aos juros atuais de 317,3% a.a., você estaria devendo ao banco no próximo mês R$1.135,30 (que são os R$1.000,00 mais os 13,53% a.m). Assim, quando você receber o salário a sua conta estará no negativo R$135,30.

Neste exemplo, se você não tiver renda extra, não conseguirá honrar todos os compromissos do próximo mês. E com isso a sua dívida estará bem maior que o seu recebimento.

Importante que tenhamos em mente que este crédito do Cheque Especial não é extensão do nosso salário

Ficar endividado pelo Cheque Especial é entrar num barco sem fundo, ou seja, sempre afundando a cada dia.

Algumas dicas para poder resolver os problemas com o cheque especial:

  • Vá até o banco e converse com o gerente, para saber a real situação da conta corrente. Neste momento, exponha a condição financeira atual e solicite uma negociação que possa caber no seu bolso;
  • Não tendo condições de ir quitar integralmente a dívida, solicite uma negociação com suaves parcelas mensais. Parcelas que possam caber no seu bolso. Para este caso, seria um empréstimo com um prazo bem extenso. Nunca é interessante ter uma negociação muito longa, mas temos que pensar neste momento em resolver o problema que possa caber no bolso. Se fizer uma negociação que não caiba no seu bolso estará gerando outra dívida;
  • Uma outra saída é a utilização do crédito consignado, já que nesta modalidade a taxa de juros é bem menor. A utilização do crédito consignado é a praticidade e segurança pela parcela ser deduzida diretamente da folha de pagamento;
  • Existe também a portabilidade de crédito, você pode transferir a sua dívida do Cheque Especial para outra instituição financeira que tenha os juros menores que os atuais. Esta portabilidade é de forma gratuita e você tem a liberdade de escolher um novo banco. Antes da portabilidade analise os prós e contras e os principais pontos a checar é a possibilidade de isenção do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e a redução do valor das parcelas
  • Caso você seja impulsiva para compras uma ação interessante é cancelar o Cheque Especial, já que negociar a dívida ou diminuir o limite de crédito não serão ações suficientes. O cancelamento pode auxiliar em relação as tentações e fugir de um endividamento maior.
  • Utilize verbas extras como o 13º, férias, abonos, gratificações para quitar as parcelas negociadas para poder sair o quanto antes desta dívida de cheque especial

 

É preciso fazer um grande esforço para pagar as dívidas e depois deste período você poderá respirar aliviada e sem pendências crescentes, ou seja, ter de voltas as boas noites de sonhos tranquilos

Espero que eu tenha ajudado entender um pouco sobre o Cheque Especial!

Problemas financeiros afeta diretamente a nossa saúde, nossos relacionamentos, nossas noites de sono, nosso apetite, nossa empolgação, nosso entusiasmo. Caso esteja passando por um problema destes, lembre-se: que você tem a solução nas mãos e talvez estas soluções serão um pouco dolorosas e outras nem tanto, mas o importante é que você tem uma solução.

 

Um forte abraço

 

Eu, o tricô e minha mãe

A vida moderna anda caótica. Trânsito, horário, agenda cheia, trabalho e família, quem se identifica levanta a mão! Em meio a esse caos, eu descobri o tricô.

O tricô é uma grande metáfora da vida: você começa com um fiozinho, vai tecendo e dando rumo. Oras fica torto; você vai lá e desfaz o que deu errado e refaz com mais capricho para dar certo. Ou não. Deixa assim mesmo. Oras fica lindo, você pega o jeito e segue tecendo se sentindo no caminho correto.

Minha mãe me ensinou tricô quando eu era pequena. Durante muitos anos, eu deixei as agulhas de lado. No início deste ano, resolvi retomar e fazer um cachecol mara para usar no inverno. Escolhi a cor e o ponto que usaria.

Eu tecia um pouquinho por semana. Pouquinho mesmo. Esse era meu ritmo. Mas… para minha mãe o ritmo estava errado. O cachecol não ficaria pronto a tempo do inverno. O ponto estava frouxo. Ia ficar torto. Minha mãe estava realmente preocupada.

Volta à metáfora da vida: qual pai ou mãe não se preocupa com o rumo da vida dos filhos? Qual pai ou mãe não acha que SABE o caminho certo para os filhos? Qual pai ou mãe não (cof cof) intromete na vida dos filhos?

E foi assim comigo. Minha mãezinha meteu a mão no meu tricô. Um belo dia, cheguei em casa e o cachecol estava todinho pronto. Ela estava aliviada, afinal eu teria o bendito cachecol para usar no inverno, com um ponto firme e sem buracos. Minha mãe estava feliz. Eu não.

Sem perceber e, com muito amor no coração, minha mãe pegou para ela o fio da minha vida e tentou resolver o problema. O problema que era m-e-u. Para mim, o mais interessante era o processo de fazer o cachecol. Para ela, o mais interessante era ver o cachecol pronto.

E é aí que eu saio do papel de filha e volto para o papel de mãe: quantas vezes eu me preocupo, tenho certeza que sei a resposta e intrometo na vida dos meus filhos? Quantas vezes eu ofereço o produto e atropelo o processo? Eu sei respeitar o tricô dos meus filhos?

Eu fiz outro cachecol para mim. E ele passou a simbolizar muito mais do que um simples adorno: agora ele simboliza as minhas escolhas e o respeito que elas merecem. Ele simboliza as escolhas dos meus filhos. E o respeito que elas merecem. Cada um tem um caminho. Torto ou reto. Cada caminhada é única e a beleza está justamente na singularidade!

*Reflitamos*

Que palavras tem saído da sua boca?

Nunca, em todo tempo, tivemos tanta liberdade em expressar nossa ideias e pensamentos. Com as redes sociais e o mundo tecnológico, emitir nossos pensamentos acerca de um determinado assunto ficou ainda mais rápido, fácil e abrangente.

Mas o que andamos escrevendo ou falando em nossas redes sociais ultimamente? Falamos sobre coisas boas ou más? Sobre bênçãos ou lamentações? Verdades ou mentiras? Palavras de vida ou de morte? De sabedoria ou discursos bobos?

Tudo que existe no mundo começou a existir pelo poder do dizer. Deus disse: que haja luz e a luz começou a existir e a partir daí o mundo inteiro veio a existência. Deus, quando nos constituiu, nos abençoou com a capacidade de expressarmos o que pensamos e sentimos através da linguagem, mas Ele mesmo nos alerta em incontáveis versículos da Bíblia sobre o quanto o uso do nosso dizer é perigoso.

Temos a capacidade de oferecer palavras de amor, carinho, gentileza, incentivo e sabedoria para as pessoas que nos cercam. Mas, infelizmente, também temos a capacidade de oferecer palavras de derrota, ódio, desânimo, desamor, raiva, tolices e fofocas para essas pessoas. Isso tudo depende de como falamos, o que falamos e de que ou quem falamos.

Em Provérbios 18: 21 fala que “A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto”. As nossas palavras podem nos levar a dois extremos: vida ou morte. As palavras que saem de nossas bocas e dedinhos (no caso das redes sociais) têm grande poder sobre a vida de quem se propõe a nos escutar e isso pode gerar coisas boas ou ruins.

“A árvore boa não dá frutas ruins, assim como a árvore que não presta não dá frutas boas. Pois cada árvore é conhecida pelas frutas que ela produz. Não é possível colher figos de espinheiros, nem colher uvas de pés de urtiga. A pessoa boa tira o bem do depósito de coisas boas que tem no seu coração. E a pessoa má tira o mal do seu depósito de coisas más. Pois a boca fala do que o coração está cheio.”
(Lucas 6:43‭-‬45)

Uma vez que a palavra sai da nossa boca ela nunca mais retornará de volta. Portanto, devemos tomar muito cuidado com as palavras que estamos lançando e plantando, pois vamos colher na mesma medida, afinal, as palavras proferidas nos mostram onde está plantado o nosso coração.

Cuide do seu coração, permita que Jesus preencha ele por completo, porque é de lá que procedem as palavras. Cuide para que saia da sua boca palavras de vida, palavras que abençoam, palavras de ânimo, palavras que edificam, palavras de amor, palavras de adoração à Deus e palavras de sabedoria. Use-as para profetizar inúmeras bênçãos sobre você, sua família e seus amigos.

Deus abençoe sua vida e seu coração! ❤

Beijinhos com carinho e até nosso próximo encontro.

Cosmético orgânico

Olá, hoje atendendo a pedidos vou falar um pouquinho sobre cosmético orgânico e suas novidades no mundo da beleza!

O cosmético orgânico é um produto formulado e produzido exclusivamente com ingredientes naturais certificados. Todo produto orgânico é produzido dentro dos princípios da sustentabilidade.

Ecologicamente correto e socialmente justo, seus resíduos não prejudicam a natureza e o processo produtivo preocupa-se com as comunidades envolvidas. E por respeitar a todas as formas de vida não é testado em animais.

A formulação dos cosméticos orgânicos normalmente são feitos de  óleos essenciais puros e extratos naturais que possuem propriedades regenerativas, antioxidantes, anticépticas e hidratantes.

Cuida da saúde de forma consciente sem agredir a beleza natural e a natureza!!

No nosso dia a dia somos expostos a  mais de   10.500 ingredientes que contém um ou mais elemento que podem ser classificados como possivelmente cancerígenos. Por isso a importância de escolher um cosmético mais natural, sem conservantes!!!

Hoje encontramos diversas marcas de cosméticos orgânicos no mundo da beleza com resultados incríveis!!!

Tanto na maquiagem quanto produtos de rejuvenescimento e tratamento!!

Veja alguns exemplos:

Preço médio$30
Beautycounter – Fundada com a intenção de fazer produtos orgânicos completos e eficazes. Esta linha baseada na Califórnia expandiu-se rapidamente com seus produtos de maquiagens, hidratantes e linha infantil.
Preço médio$19 www,netaporter.com
Lano Lanolips – O ingrediente escolhido pela marca, a lanolina, foi apelidado de “hidratante maravilhoso da natureza” pelo fundador Kirsten Carriol, devido ao fato de que o óleo natural encontrado na lã de ovelha é extremamente emoliente
Preço $18
Weleda Skin Food – alimento para a pele – Este pode ser o vovô das linhas orgânicas, com quase 100 anos ao seu nome. Sem conservantes, sem teste em animal, a marca comprometeu-se a mantê-la totalmente natural..                                                                                                                                                                                       Vou ficando por aqui!! Espero que tenham gostado!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mommys na estrada – Cidades Históricas Mineiras

Que tal levar as crianças para conhecerem melhor nosso lindo estado?

E se esse passeio for cercado de história e conhecimento, melhor ainda não é?

Pois hoje vamos falar sobre as lindas cidades históricas mineiras. Com todo seu charme e cultura podem ser um destino muito divertido com a criançada!

O primeiro passo é decidir para onde ir primeiro…

Tiradentes e Bichinho

Onde ficar: Sugestão 1 – Pousada Santíssimo – estrutura sensacional e atividades especiais para crianças.

Sugestão 2 – Pousada Trem do Imperador – além das suítes convencionais, essa pousada oferece quartos dentro de vagões de trem! Super legal para as crianças.

Onde comer: Estalagem do Sabor – restaurante típico mineiro com aquele sabor especial de casa de vovó. Não tem play, mas vale a pena pela comida deliciosa!

O que fazer: Tiradentes

  • Igrejas – Igreja Matriz de Santo Antônio, Igreja Nossa Senhora do Rosário, dentre outras.
  • Passeio de charrete – além das crianças amarem esse tipo de passeio, ainda possui guias que acrescentam muito contando “causos” e histórias da cidade. Parte da praça central, o Largo das Forras. Custa em média R$25,00.
  • Museu da Liturgia – independente da religião vale muito a pena conhecer. Possui programação especial para crianças e visitas guiadas. Funciona de quinta a segunda das 10h às 17h. Custa R$10,00 inteira.
  • Gruta Casa de Pedra – para as crianças maiores e corajosas esse é um passeio e tanto. Inclui capacete com luz pra tornar a aventura ainda mais legal. Funciona sábados, domingos e feriados. Custa R$20,00 inteira.

O que fazer: Bichinho

  • Casa Torta – uma casa para brincar. Passe um delicioso dia conhecendo o artesanato da cidade e aproveite pra levar as crianças para serem felizes! Funciona sábados, domingos e feriados das 13:10h as 18:30 ao custo de R$10,00. Quartas, quintas e sextas das 10h as 18:30h. Custo de R$5,00 a entrada.
  • Museu do Automóvel – para os amantes de carros antigos essa coleção é maravilhosa e única! Funciona de quarta a domingo das 9h as 18h. Custa R$16,00 inteira.
Puro charme!
*Foto da internet

 São João Del Rei

Onde ficar: Garden Hill – muito conforto num ambiente maravilhoso.

Onde comer: Dedo de moça – cardápio bem variado e excelente localização.

O que fazer:

  • Igrejas – Igreja de São Francisco de Assis, Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, dentre outras.
  • Maria Fumaça – saindo de São João Del Rei para Tiradentes, ou o contrário, é um passeio imperdível com as crianças! Horário da bilheteria: 4ª a 6ª de 9h às 11h e 13h às 16h. Sábado de 9h às 13h e 14h às 16h. Domingo de 9h às 13h. Custa R$50,00 ida e R$60,00 ida e volta inteira. Crianças até 5 anos não pagam.
  • Museu Ferroviário – museu super bacana que abriga vários objetos antigos sobre o tema, além de uma locomotiva que foi a primeira da ferrovia. Funciona de quarta a sábado de 9h as 11h e de 13h as 17hs e no domingo de 9h as 13h.
Diversão garantida!
*Foto da internet

Ouro Preto

Onde ficar: Pousada Solar do Rosário – linda pousada construída em casarão do século XIX com quartos lindamente decorados! A localização privilegiada no centro torna a logística com criança mais fácil.

Onde comer: O Passo Pizza Jazz – comida deliciosa e espaço bacana com linda vista.

O que fazer

  • Igrejas – Igreja São Francisco de Assis, Basílica de Nossa Senhora do Pilar, Igreja Nossa Senhora do Carmo, Igreja N S do Rosário dos Pretos, dentre outras.
  • Museus:

Museu da Inconfidência: Funciona de terça a domingo de 10h as 18h. Custa R$10,00 inteira.

Casa dos Contos: Funciona de terça a sábado de 10h as 17h e domingo de 10h as 15h.

Museu da Mineralogia: Funciona de terça a domingo de 12h as 17h.

  • Mina Du Veloso – visite essa mina que é um espetacular exemplar da genialidade africana nos trabalhos em busca do ouro na antiga Vila Rica, hoje Ouro Preto. Funciona diariamente de 9h as 18h. Precisa agendar visita guiada.
  • Feira do Largo de Coimbra – feirinha tradicional com muitas opções de lembrancinhas. Deixe as crianças escolherem um souvenir de pedra sabão pra levar pra casa e contar a todos sobre essa tradição mineira.
Museu vivo!
*Foto da internet

 Mariana

Onde ficar: Pousada Gamarano – atendimento acolhedor e vista espetacular.

Onde comer: Rancho da Praça – comida mineira de qualidade.

O que fazer:

  • Igrejas – Basílica de São Pedro dos Clérigos, Catedral Basílica da Sé, Igreja Nossa Senhora do Carmo, dentre outras.
  • Museu Arquidiocesano de Arte Sacra: Funciona de terça a sexta de 8:30h as 12h e de 13:30h as 17h. Aos sábados e domingos de 9h as 15h. custa R$10,00 inteira.
  • Mina da Passagem – a maior mina de ouro aberta à visitação do mundo guarda segredos e mistérios que encantam a todos, principalmente os pequenos. Funciona as segundas e terças de 9h as 17h e de quarta a domingo de 9h as 17:30h. Custa R$60,00.
  • Trem da Vale – conheça histórias e belas paisagens das cidades de Ouro Preto e Mariana através de um empolgante passeio a bordo de uma super locomotiva. Funciona as sextas, sábados, domingos e feriados. Os preços variam assim: Vagão Convencional – R$46,00 ida e R$66,00 ida e volta inteira Vagão Panorâmico – R$70,00 ida e R$ 90,00 ida e volta inteira
Vale a pena conhecer!
*Foto da internet

Dicas para todas as cidades:

Igrejas históricas – conhecer as igrejas das cidades pode não ser tão atrativo para as crianças, mas as paisagens são tão lindas e a cada passo surgem gramados e pracinhas deliciosas para os pequenos brincarem.

Nos museus, as crianças geralmente ficam curiosas com o enorme acervo e daí entra a criatividade dos pais em contar a história de forma mais lúdica e divertida. Vá ao tempo deles.

Sempre tem uma praça ou parque pra poder deixar a criançada à vontade, portanto, “perca tempo” os deixando ser feliz por um momento antes de voltar ao roteiro planejado.

Passeie pelas cidades! Cada ruazinha esconde lindos casarões, lojinhas, restaurantes e cafés que valem a pena conhecer!

 

 

Aprendendo a descansar nos braços do Senhor

“Quem está cansada, coloca o dedo aqui, que já vai fechar, e não adianta chorar, e nem berrar…”

A vida da mulher moderna é marcada pelo cansaço, afinal são muitas as nossas atribuições… Mas e quando o nosso cansaço está na alma? Como podemos descansar quando estamos enfrentando uma grande dificuldade que não nos deixa se quer dormir?

É fácil falar que confiamos e que descansamos em Deus no nosso dia a dia… Mas a verdade é que descansar no Senhor no dia mau, no dia da tempestade, no dia de tanta provação é bem difícil. Nesse dia nossa fé vacila e nada nos faz descansar. Questionamos e muitas vezes desacreditamos nas promessas de Deus sobre nossas vidas.

Em Salmos 37:3-7a fala assim: “Confia no Senhor e faze o bem; assim habitarás na terra, e te alimentarás em segurança. Deleita-te também no Senhor, e ele te concederá o que deseja o teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará. E Ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu direito como o meio-dia. Descansa no Senhor, e espera nele.

Esses versículos nos ensinam a descansar em Deus, mesmo em meio a luta, dor, sofrimento ou dificuldade… Para isso precisamos ter as seguintes atitudes:

❤ 1) Confiar em Deus

Confiar é ter fé, acreditar, esperar, ter confiança, ter certeza de que Ele está no controle de todas coisas e de que Ele se preocupa conosco o tempo todo. Se não confiamos Nele é porque não conhecemos Seus atributos. Você tem confiado em Deus? Você crê que Ele se importa com você? Peça ao Senhor para colocar essa convicção e essa certeza no seu coração! Confia Nele!

❤ 2) Alegrar-se no Senhor

Tenha alegria, prazer e satisfação em Deus. O nosso contentamento, nossa satisfação e nosso prazer tem que estar nas coisas de Deus. Não pode estar no nosso trabalho, na nossa família, nos nossos filhos, nem nas nossas aquisições. Nossa alegria tem que estar no Senhor, porque Ele nunca nos frustrará, nem nos entristecerá… Um coração alegre é mais forte para superar os desafios do dia a dia e é impossível não nos alegrarmos quando lembramos do amor que Deus têm por nossas vidas.

❤ 3) Entregar o teu caminho ao Senhor

Entregar é passar para as mãos de alguém, render-se, submeter-se, dar-se inteiramente. Mas o que devemos entregar? Devemos entregar nosso caminho, nossa vida, nosso futuro, nossos planos, nossas famílias, nossos sentimentos… Resumindo: devemos entregar TUDO!
Quando não entregamos, ficamos com tudo nas nossas mãos e falamos assim para o Senhor: não preciso de você, deixa que eu vou conseguir sozinha, vou fazer conforme minha vontade.
Que tal entregar hoje a sua vida ao Senhor para deixar Ele conduzi-la conforme a vontade Dele? Entregue sem medo, Ele tem o melhor para você,

❤ 4) Esperar no Senhor

Esperar é aguardar, ter esperança, ter paciência. Esperar no Senhor é ficar na expectativa de como Deus agirá. Deus vai operar o milagre, mudar as circunstância, restaurar os relacionamentos, restituir as perdas, entre outras coisas… Mas sempre no tempo certo, no tempo Dele, onde tudo se encaixará perfeitamente. Sei bem que é difícil, mas devemos aprender a esperar o tempo Dele.

❤ 5) Descansar no Senhor

Descansar significa livrar do cansaço, da fadiga, do trabalho; apoiar-se, repousar, livrar-se do que incomoda.
Precisamos nos acalmar, fazer uma coisa de cada vez para desfrutarmos da vida que Jesus morreu para nos dar.
Em Mateus 11:28-30 Jesus nos fala: “Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso. Sejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso. Os deveres que eu exijo de vocês são fáceis, e a carga que eu ponho sobre vocês é leve.”

Sabe o que acharemos no Senhor? Descanso! Você está cansada? Coloque seu cansaço em Jesus e repouse em seus braços!

Se conseguirmos aplicar esses ensinamentos que a Palavra de Deus nos revela, aprenderemos a descansar Nele.

Confiar + alegrar + entregar + esperar = descansar

Descansa Nele, assim você passará pelas dificuldades do dia a dia sem perceber o seu cansaço. Você vai se surpreender com o que Deus pode e vai fazer na sua vida. Apenas confie, alegre-se, entregue e espere…

Deus abençoe abundantemente a sua vida, beijinhos no seu coração e até a próxima postagem!

““Milho de pipoca que não passa pelo fogo…”

Hoje o Facebook me trouxe uma lembrança mais que oportuna. Uma postagem com a mensagem: “Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho de pipoca para sempre. Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando PASSAMOS PELO FOGO. Quem não passa pelo fogo fica do mesmo jeito a vida inteira”. E há exatamente 1 ano atrás passei pelo fogo. E que fogo.

Era quinta feira, um dia normal de trabalho pós feriado, com as angústias de quem tem um bebê em casa, correria normal para sair, trabalhar, ir em casa no almoço ver se estava tudo bem e amamentar o pequeno, voltar correndo para não perder o horário a não ser por uma questão: minha estabilidade havia acabado. A “falsa paz interior” em se ter acolhimento, compreensão e valorização pois agora além de ser uma profissional que sempre deu o seu melhor, também era Mãe, foi-se embora e junto com o término da minha estabilidade veio a surpresa: meu desligamento.

Não fui desligada sozinha. Faltando 20 minutos para encerrar o expediente, houve uma demissão em massa na empresa, com a justificativa da crise econômica. Até aí tudo bem. Todos estamos sujeitos a isso, ainda mais no momento caótico em que estamos vivendo no nosso país. Mas junto com a carta de demissão, veio a dúvida: porque eu? Numa equipe de 10 pessoas, porque eu fui a escolhida? Eu, que sempre dei o meu melhor, que nunca me neguei a ficar depois do expediente quando a empresa precisava (sou contadora e o expediente contábil normalmente se estende nas empresas). Eu que tanto precisava do trabalho, eu que estava com um bebê de 6 meses em casa e precisava deste acolhimento, me sentir útil, precisava do meu salário no fim do mês para pagar as contas. No momento que uma mãe mais precisa de acolhimento não o tive. Foi justo comigo? Naquele momento, com certeza não. Mas hoje, sei que foi o melhor que poderia ter acontecido. Saí de lá muito trêmula e com um mix de sentimentos: alívio por poder ter um tempo a mais para ficar com meu bem mais precioso, meu filho, e ao mesmo tempo uma frustração tomava conta de mim. O que vou fazer agora? Eram tantas perguntas que o máximo que consegui fazer foi pegar o carro e ir embora para casa.

Depois do susto, veio a revolta. Vi que era mais uma na estatística pois várias mães passavam pela mesma situação de serem desligadas após o retorno ao trabalho pós licença maternidade/término da estabilidade. Não consegui por um bom tempo dimensionar a mistura de sentimentos, mas entreguei nas mãos de Deus o ocorrido e optei em ficar em casa até que Miguel completasse 1 ano. Era o tempo considerado ideal para que acompanhasse de perto seu desenvolvimento, para continuar amamentando e para me reorganizar para voltar ao mercado.

O prazo que me dei estava se encerrando. Estava mais inquieta que o normal e um desejo de mudança, de sair da minha zona de conforto e poder ficar perto do meu filho estava latente. Queria empreender, mas nãos sabia nem por onde começar. Após uma conversa com a Mariana Bicalho, resolvi fazer um programa de Coach. Em paralelo, fui convidada para participar de alguns processos seletivos e para minha surpresa, uma das empresas me escolheu e recebi um retorno muito caloroso para que começasse imediatamente. Mas e eu, estava escolhendo essa vida novamente para mim? Depois de muito conversar com meu marido (ele foi fundamental nessa transição), decidi recusar essa proposta e seguir meu caminho. Muitos me chamaram de “doida” mas decidi empreender num país em crise, com filho pequeno e com o coração cheio de vontade de fazer dar certo e fazer acontecer.

Neste momento tive a certeza de que não virei “piruá” (milho de pipoca que passa pelo fogo mas não se transforma em pipoca) pois me redescobri como mãe, como empreendedora e hoje faço o que gosto, estou com meu filho todos os dias, com flexibilidade e muito mais leveza. Trabalho pouco? Não… pelo contrário, trabalho muito mais que antes, mas com o diferencial que hoje trabalho feliz!!!!

Que saibamos virar pipoca sempre!!

“E há os que passam pelo fogo e continuam sendo “piruá” o resto da vida! Eis o livre arbítrio: mudar, fazer girar, transformar ou permanecer no mesmo lugar reclamando porque nada muda”.

 

Viviane de Paula Horta, mãe do Miguel e empreendedora na SoulFitbh

Necessaire “sustentável”

Olá !!!!

Estou de volta com um post  revolucionário!! Até para mim! rsrs

Vai ajudar você que não tem muito tempo para se arrumar, que não tem paciência, não entende bulufas ou que não quer gastar muito!

Vamos fazer uma maquiagem TOP para o dia a dia com uma necessaire “sustentável”,  apenas 5 produtinhos…

Isso mesmo!! Acredite!

Primeiro produto – Protetor com base

Escolha um bom protetor que tenha uma tonalidade dando uma leve cobertura.

O mais importante é escolher um produto para o seu tipo de pele para não causar nenhuma desfunção (ex: espinhas, excesso de ressecamento, entre outros).

Segundo produto :  Corretivo

Todo mundo sabe o poder de um corretivo. Por isso esse produto é indispensável.

Esconde olheiras, manchas e pontos avermelhados .

Com a ajuda de um pincel aplique o corretivo em todas as áreas que necessitar de correção.

Exemplos: olheiras, em volta do nariz, queixo e buço.

Terceiro produto : Pó compacto

O ideal é aplicar com um pincel bem fofo para conseguir um efeito natural. E sempre ficar atenta na hora de escolher a cor para não errar.

Uma dica interessante também é passar um pouco de pó compacto com o pincel de esfumar sombra na pálpebra móvel.

O efeito será de uma sombra básica nude e o melhor é que tira a cremosidade do corretivo, evitando sua marcação!!

Quarto produto: Blush cremoso

Esse produto é inovador e versátil, tem múltiplas funções… Vai funcionar como blush e batom, mas pode ser usado na pálpebra como sombra também!!

Passe pouquíssima  quantidade nas bochechas com o mesmo pincel que passamos blush em pó.

A grande diferença entre o cremoso e o pó  é a pigmentação, o cremoso é muitoooooooo mais pigmentado, por isso CUIDADOOOO!!

Passe ele também nos lábios com os dedos (para um efeito bem natural) ou com um pincel de boca.

Dê preferência a cor coral ou um rosa antigo que cai bem nas duas funções!

Quinto produto : Máscara de cílios

Esse produto fantástico que abre o olhar não tem muito segredo mas é importante saber que existem máscaras com efeitos diferentes.

Existe a máscara que dá volume, portanto seu pincel será mais “gordinho”, ou seja terá mais cerdas e sua textura mais grossa. Deixando um cílios mais cheio e encorpado.

E a outro efeito é o de definição, seu pincel parece um pente e sua textura mais fina. Deixa seus cílios bem organizados e separados!!

PS: Quanto mais camadas você passar mais efeito terá.

Meninas, apliquem essa técnica da necessaire “sustentável” e me contem o que acharam, ok?!

Sabemos o quanto uma imagem pessoal adequada hoje em dia é importante, tanto  para nossa vida profissional quanto para social!!

Bejos e até a próxima!!

 

 

 

 

Mommys na estrada – Praia

Vem chegando o verão…

Bora para a praia? É possível aproveitar muito com crianças de qualquer idade! E eles amam (geralmente)!

Paraíso!

Escolhendo o lugar

Quando viajamos com criança pra praia infelizmente não podemos pegar os óculos escuros e a canga e sair por aí na aventura, precisa de um pouco mais de cuidado e atenção. E já na escolha do lugar isso fica evidente. O lugar precisa ter o mínimo de estrutura para facilitar a vida dos pais. Não precisa ficar restrito somente a resort não, mas uma barraca com sombra e água fresca nunca são demais. Se possível escolha destinos com quiosque de praia, banheiro, chuveiro de água doce e mesas com guarda-sol. Opte também por praias com o mar mais calmo, pouca onda, para maior tranquilidade com as crianças.

Segurança

Na praia, principalmente no verão, temos que ter cuidado redobrado com os pequenos. Primeiro o sol, muito mais forte nessa época, que requer o dobro de atenção na proteção solar. Passe o bloqueador solar apropriado à idade antes de sair de casa e repita a aplicação de duas em duas horas mesmo que a criança fique na sombra, os raios solares refletem na areia e podem causar queimaduras sérias. Use também roupas com fator de proteção solar, chapéus e óculos escuros. Use e abuse de guarda-sóis e cabanas!

Outro ponto preocupante nessa época do ano é a desidratação. Dê sempre muito líquido à criançada! Prefira sempre água mineral, pois não há como atestar a qualidade da água fornecida nesses locais, e para as crianças maiores vale também muito suco, água de coco e picolés de fruta.

Não se esqueçam também do repelente! Ele deve ser aplicado depois do protetor solar já seco.

Para segurança no mar, acho que o principal cuidado é ter sempre um adulto junto à criança, sempre mesmo!

O corpo de bombeiros aconselha os pais a não colocar bóia de nenhum tipo nas crianças. Elas criam falsa sensação de segurança e podem fazer com que sejam levadas pelas ondas, inclusive, 25% dos afogamentos no mar são causados por bóias (fonte: Corpo de Bombeiros).

Use sempre identificação nas crianças, pode ser pulseira, etiqueta na roupinha ou mesmo tatuagem temporária, o importante é conter o nome da criança e o telefone do responsável. Para as crianças maiores, ensine a buscar um ponto de referência para se localizar, pode ser uma placa, um quiosque ou mesmo coloque uma canga bem colorida em sua barraca pra facilitar.

Chapéu para proteger do sol!

Na bolsa de praia

Façamos uma listinha:

Roupinhas leves e confortáveis;

Sandálias e chinelos leves;

Sunga, maiô ou biquíni;

Fralda de piscina e lenço umedecido;

Chapéu e boné;

Óculos escuros;

Toalha de praia;

Canga ou lençol fininho pra proteger do vento;

Roupão;

Brinquedinhos de praia;

Prancha para as crianças mais radicais;

Piscina inflável;

Protetor solar;

Repelente;

Farmacinha básica;

Leite em pó;

Papinha industrializada ou caseira acomodada em pote térmico;

Bolsa térmica;

Água mineral, frutas e biscoitos se não houver pra comprar no local.

Logística

Chegue cedo pra pegar um bom lugar e aproveitar o sol saudável da manhã. Ao chegar, monte a estrutura de sombra para a criançada usando guarda-sóis ou barracas.

Monte a piscina inflável e já encha de água (se possível, água doce) pra ir esquentando um pouco. Espalhe os brinquedinhos e coloque uma canga ou toalha no chão pra criança sentar. Não é recomendável deixar as crianças sentadas direto na areia, pois existem várias doenças dermatológicas que podem ser transmitidas dessa forma.

Se bater o cansaço, prepare uma “caminha” de areia e forre com toalha seca. Acomode a criança e cubra-a com uma canga leve para proteger do vento. O mesmo arranjo pode ser feito dentro da piscininha inflável seca.

Alimentação

Para os bebês que ainda mamam no peito, aumentem a frequência das mamadas para evitar desidratação. Dê água mineral se sentir necessidade.

Para as crianças maiores, além da hidratação, dê preferência por frutas, pães e biscoitos. Refeições mais leves são ideais no calor. Evite comprar de ambulantes e barracas de praia, nunca sabemos as condições que o alimento foi preparado. Se precisar comprar algo, opte por industrializados de marcas conhecidas ou alimentos que não estragam com facilidade.

E o mais importante, respeite a criança! Eles têm suas vontades e gostos. Se ficarem desconfortáveis ou chorões, vamos todos embora ficar na piscina!

Não gostei

Algumas praias brasileiras testadas e aprovadas por pais e mães de filhos pequenos*

Região Sudeste

Baleia, São Sebastião (SP)

Barra do Saí, São Sebastião (SP)

Barra do Una, São Sebastião (SP)

Enseada, Guarujá (SP)

Juqueí, São Sebastião (SP)

Veloso, Ilhabela (SP)

Leblon, Rio de Janeiro (RJ) – Baixo Bebê

Meaípe, Guarapari (ES)

Região Nordeste

Costa do Sauípe, distrito de Mata de São João (BA)

Praia do Forte, distrito de Mata de São João (BA)

Stella Maris, Salvador (BA)

Villas do Atlântico, Lauro de Freitas (BA)

Porto das Dunas, Aquiraz (CE)

Porto de Galinhas, distrito de Ipojuca (PE)

Região Sul

Praia de Bombinhas, Bombinhas (SC)

Jurerê Internacional, Florianópolis (SC)

Lagoinha do Norte, Florianópolis (SC)

* segundo o site Baby Center Brasil

 

 

 

 

Mãe, educação financeira e filhos

Vocês sabem qual a importância da Mãe na educação dos seus filhos? Ahh, essa pergunta é muito fácil responder. As mães são a base fundamental para os filhos; as mães se desdobram em 1 milhão para oferecer o melhor aos filhos; as mães são bravas pensando no melhor para os filhos; as mães são chatas pensando no melhor para os filhos; as mães são meigas pensando no melhor para os filhos; mães trabalham (em casa, fora ou os dois) pensando no melhor para os filhos. Bom, resumindo, as mães são a base dos filhos!

E agora, outra pergunta: vocês sabem qual a importância da mãe na educação financeira dos filhos? Hummmmm, talvez a resposta desta pergunta seja regada de algumas incertezas.

A educação financeira está embutida em tudo o que as mães fazem, porém, podem passar despercebidos alguns detalhes importantes na rotina do dia-a-dia.

Geralmente, as mães tomam decisões econômicas todos os dias e, por estarem mais próximas aos filhos, estas decisões são observadas e percebidas pelas crianças. O que significam estas decisões econômicas:

  • Lista de compras de Supermercados;
  • Evitar desperdícios domésticos;
  • Reforma da casa;
  • Vestuário;
  • Festas;
  • Encontros;

As decisões saudáveis terão reflexos saudáveis nos filhos, porém, existe o mesmo impacto quando não são tomadas as melhores decisões.

É claro que os pais também possuem posições importantes neste assunto. Porém, é notório que, em sua maioria, as mães que trabalham fora ou não possuem uma posição mais firme em relação aos filhos, influenciam menos positivamente. Tem também a questão que, segundo o Censo Demográfico de 2010, o país possui 87% das famílias sem cônjuge e com filhos e estas famílias são chefiadas pela mulher.

Vamos a alguns pontos em relação à educação financeira para você, que é mãe, apoiar mais ainda os filhos:

 

 

  • Exemplo
    • Primeiro passo é ter o gerenciamento das suas finanças, conhecer a fundo as entradas e saídas do dinheiro;
      • Mostrar que você possui domínio do dinheiro, passa tranquilidade e confiança para os filhos. Lembre-se: Exemplo é tudo!
    • Pagar os compromissos em dia.
      • Os filhos sentem quando você fica sendo cobrada por algo que já devia ter pago. Eles (filhos) ficam preocupados e sem saber o que fazer. Lembre-se: Exemplo é tudo!
      • Caso esteja em atraso, procure saídas para poder regularizar a sua vida financeira. Não deixe para depois, senão depois será bem pior que agora.
    • Evite desperdícios, faça consumo de forma consciente;
      • Com esta ação de consumo consciente, você estará dando um grande recado para os filhos em relação ao que consumir, seja em compras em Supermercado, em quantidade de alimentos deixados no prato, etc.
      • Ao contrário, você estará mostrando que o seu filho poderá ser livre para fazer o que bem entender. Sem regras!! Lembre-se: Exemplo é tudo!

 

  • Prática de compensação
    • Presentes e mimos para os filhos em função de uma “falta” (trabalha fora, estuda fora, etc) não é a melhor opção para uma educação financeira. Este tipo de atitude pode fazer com que o seu filho fique insaciável, sem controle de impulsos e desejos. Quando o filho for menor você ainda terá como gerenciar, porém, quando chegar na pré-adolescência, este poderá sofrer grandes problemas por esta falta de educação financeira, ou seja, o filho vai achar, sempre, que precisará ter mais e mais e irá utilizar a sua falta para conquistar o quer.
    • Mas, o que fazer? Quando estiver em casa, dê atenção! Brinque, faça passeios (no parque, numa praça), tome café junto na mesa, o mesmo, no almoço. Nestes momentos, conte como foi no trabalho ou na escola e faça com que eles contem a rotina deles (assim, você terá momentos incríveis com seus filhos).
    • Devem pensar: “Nossa, mas eu chego tão cansada” “Fico tão cansada que às vezes fico muito irritada” e, nestas horas, os presentes seriam os calmantes. Mesmo se sentindo assim, se forcem a passar estes tempos com os filhos. Aproveitem os sorrisos de alegria, os gritos de felicidade, os choros por causa de um tombo. Preferível isso do que o silêncio de alguém no Vídeo Game, celular de última geração, etc.
    • Não sou especialista neste assunto, mas vale muito mais um grande esforço de passar este tempo com os seus filhos e vê-los crescer do que chegar em um momento da vida e dizer: “Nossa, como ele cresceu!!!!”

 

  • Limites
    • Para mim, a melhor educação para os filhos é a prática do Não. O não ensina os filhos a darem valor às conquistas. A Frustação é importante para amadurecimento das crianças. Elas entenderão que não poderão comprar tudo o que querem e, sabendo disso, não terão desilusões no futuro.
    • Façam um esforço para suportar aquela birra ensurdecedora e se manterem firmes. Quando uma criança quer algo, sai de baixo… rsrsrs. Mas sejam fortes, não é não e pronto!!!!!

 

  • Você!
    • Até aqui falamos tudo aquilo que as mães devem fazer pelos filhos. Dei sugestões para vocês se desdobrarem ainda mais… rsrsrs
    • Porém, nunca, mas nunca, deixem de cuidar de vocês. Reservem um tempo para vocês, um tempo para a saúde, para cuidar da beleza mental, física, espiritual e emocional.
    • Quanto mais feliz estiver com você, mais equilíbrio passará para os filhos e a quem estiver a sua volta. E este equilíbrio os tornarão menos compulsivos e ansiosos.
    • Então, vá a academia, vá ao salão de beleza, vá se cuidar espiritualmente. Procure ficar um tempo só, isso é de grande importância para você conversar só com você nestes dias corridos que possuem. Você precisa ser a sua melhor amiga!!!

Quero terminar reforçando que, uma conversa franca sobre as finanças familiares com a família trarão todos envolvidos para o mesmo objetivo, mesmo sonho e todos comemorarão as mesmas conquistas e se ajudarão em caso de desvios.

Você quer voar mais alto?