Cartão de Crédito: Vilão ou Solução?

Como todos já sabem, o Cartão de Crédito é uma forma de pagamento eletrônico, um cartão de plástico que pode conter ou não um chip. Este cartão possui superpoderes. Tais poderes podem ser bem mais fortes que os nossos. O cartão pode te dominar tanto positiva quanto negativamente.

Hoje, podemos adquirir um cartão de crédito através de instituições financeiras, lojas de departamento (como exemplo, o Cartão Renner), etc. Não é preciso ter conta corrente para ter um cartão. O cartão contém um crédito para o usuário, cujo montante é de acordo com a renda do solicitante. Não existe uma receita de bolo para a liberação deste crédito, cada instituição possui a sua sistemática (não iremos aprofundar neste mérito por não ser o foco).

Assim, o valor da compra não pode ultrapassar os limites pré-estabelecidos, sendo que, caso se compre parcelado, as parcelas a vencer também comprometem o limite do cartão. Ex.: caso uma compra de um produto seja de R$1.000,00 dividido de 5x com parcelas de R$200,00 e o limite do cartão é de R$2.000,00, neste caso, você ainda teria disponível R$1.000,00 (que é o valor limite do cartão – o valor total da compra) e não R$1.800,00 (que é o valor limite do cartão – o valor da parcela). No próximo mês, o seu saldo passará para R$1.200,00 (que é R$1.000,00 do saldo anterior + R$200,00 da 1ª parcela que foi quitada).

Vamos a alguns importantes pontos sobre o Cartão de Crédito:

  • Flexibilidade no pagamento
    1. Você pode fazer uma compra hoje e pagar daqui a 30 dias
    2. Esta forma é interessante para quem tem disciplina financeira, já que não quitar a fatura do mês em sua totalidade gera um grande problema financeiro, os juros do cartão de crédito são os mais abusivos do Brasil.

Veja esse simples exemplo:

– O limite do cartão de crédito é de R$1.000,00.

– Limite utilizado no mês foi, em sua totalidade, R$1.000,00.

– Foi pago no mês somente R$500,00.

Assim:

Fatura aberta: R$500,00

Juro de crédito rotativo: 15,12%am, gerando um valor de R$75,60 (R$500,00*15,12%)

Juro por atraso: 2%, gerando um valor de R$10,00 (R$500,00*2%)

Juro de mora: 1%, gerando um valor de R$5,00 (R$500,00*1%)

Fatura do próximo mês: R$590,60

Caso ainda não pague esta fatura no próximo mês será juros sobre juros, ocasionando uma bola de neve sem fim.

  • Parcelamento
  1. Este ponto é muito útil para quem quer e/ou precisa realizar uma compra de alto valor, que facilita muito na questão do controle financeiro, já que, assim, não é retirado uma alta quantia da conta corrente ou de algum investimento.
  2. Dependendo da instituição ou da quantidade de parcelas é cobrado juros desta compra, o que aumenta o valor de compra. Esse acréscimo de juros acontece pelo fato dos estabelecimentos repassarem o custo das taxas da operadora da maquininha de cartão, que podem variar de 1,2% a 2,9% am.

Com isso, é vital conferir o valor na hora da compra. Ocorre que, no ato da compra (seja nos estabelecimentos ou nos sites), recebemos a promessa de parcelamento sem juros que nem sempre são respeitados. Caso identifique cobrança errônea de juros, deve-se entrar em contato com a empresa na qual a compra foi realizada e solicitar a correção dos valores. Geralmente, a empresa estorna o valor e, posteriormente, é feito o lançamento de uma nova compra, com o valor correto.

Disponibilidade de Crédito

  1. O Cartão de crédito é a modalidade de empréstimo mais fácil de adquirir do mercado, ou seja, junto com o cartão vem uma quantia disponível para ser utilizada da melhor maneira. Isso é muito positivo desde que esse crédito seja usado de maneira consciente.
  2. É extremamente importante entender que este crédito não é uma extensão do seu salário. Como já citado neste artigo, quando utilizamos este valor, devemos pagar por isso e reforço que a quantia utilizada no cartão seja paga em sua totalidade. Não sendo paga, vimos que existe uma cobrança muito alta de juros. O Cartão de Crédito possui a taxa mais cara do mercado de crédito brasileiro.
  • Uso internacional
    1. A maioria dos cartões são internacionais, ou seja, você pode ir para qualquer país do mundo sem precisar de solicitar algum cartão adicional. Sendo assim, você consegue sacar dinheiro local, alugar serviços, restaurantes e etc.
  • Benefícios
    1. Com a concorrência, a maioria das bandeiras de cartão de crédito oferecem benefícios como prêmios, descontos, bônus e milhas.

Neste artigo quis mostrar as vantagens e desvantagens de um cartão de crédito. Espero que todos tenham em mente que o crédito que consta no cartão não é uma extensão do seu rendimento e que a instituição que te forneceu este cartão te cobra muito caro em caso de inadimplência.

Como base de informação, até o final do ano de 2016, o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) cita em sua análise que existem 58,3 milhões de brasileiros inadimplentes em relação ao Cartão de Crédito. Esse número representa 39% da população adulta.

Vamos a algumas dicas:

  • Utilizem o Cartão de Crédito somente se necessário, utilizando esta quantia emprestada para imprevistos e emergências.
  • Deixe as compras desnecessárias (Supérfluos) para pagamento à vista, desde que tenha o dinheiro disponível em sua conta corrente.

Em abril deste ano, houve uma mudança nas regras de pagamento de dívidas do cartão de crédito, detalharei em outra oportunidade.

O importante é todos entenderem o risco que representa o cartão de crédito para o planejamento financeiro pessoal e familiar.

Lembrem-se: Dinheiro é sempre a solução e não o problema, porém, quem define a responsabilidade do dinheiro em nossas vidas somos nós mesmos.

Você quer voar mais alto?

 

O amor cura

Em algum momento da caminhada pela vida, todas nós somos feridas por pessoas e ou por circunstâncias. A vida por si só se encarrega de nos ferir e isso pode nos causar muita dor, sofrimento, tristeza, mágoa, revolta, vergonha e até mesmo uma profunda amargura, capaz de nos transformar em uma pessoa amarga com as pessoas e com a própria vida.

Mas será que somos condenadas a viver o resto de nossas vidas com essa ferida aberta, sangrando, amargando? Será que Deus tem isso para suas filhas, isso inclui à mim e à você?

As feridas da alma doem, doem mesmo quando não a vemos. Elas ficam ali, dentro do peito, incomodando, latejando, abafando, sangrando, nos desorientando. Dói tanto, que vai para o físico e aí ficamos doentes de verdade, do tanto que dói!

Com o passar dos dias achamos que essa ferida está cicatrizada por si só, aí arriscamos a dar uma conferida. E o que fazemos? Arrancamos a casquinha, aquela que estava custando a nascer. Aí a ferida se abre novamente, voltando a doer e sangrar, ainda mais.

Quando conseguimos perceber que estamos feridas e que essa dor nos domina é necessário deixá-la de lado, abrindo um espaço no nosso coração ferido para que ele seja limpo, tratado, restaurado e verdadeiramente curado.

O tratamento de cura não é nada fácil, pois muitas vezes se trata de um processo doloroso e longo. É necessária uma intervenção médica, especialista na capacidade de nos amar profunda e incondicionalmente. Trata-se do Médico dos médicos e seu nome é Jesus. Ele é o único caminho para a verdadeira cura da alma, pois Ele sabe e conhece toda sua dor e sofrimento e para Ele não há ferida que Ele não tenha poder de curar.

E o remédio? O perdão! Não existe outro remédio, no mundo, mais eficaz que esse. É necessário tocar na ferida… Precisamos a todo momento do perdão, seja de Deus, do outro ou de si mesma. Podemos falar que existem três maneiras de usar este medicamento: uso interno, uso oral e uso tópico.

O uso interno é quando você consegue olhar para o seu passado, reconhecendo suas falhas, se libertando desse sofrimento, perdoando a si mesma. Nós mulheres temos uma característica própria: de nos sentirmos culpadas por tudo que ao nosso ver, não foi bom ou que não deu certo. Acontece, que você é livre de toda culpa e acusação quando você reconhece seu erro, se arrepende e se perdoa. Perdoe-se o quanto antes.

O uso oral é quando você consegue verbalizar o perdão, concedendo-o a alguém que te feriu, mesmo que ao seu ver, este não mereça. O uso desse remédio, exige da paciente, uma grande habilidade. Ela precisa tirar os olhos da sua ferida, no machucado que o outro lhe fez, e voltar seu olhar para reconhecer o que Deus já fez por ela. Do quanto ela é amada, protegida e cuidada por Ele. Tudo que o outro te causou, se torna pequeno perto desse grande amor.

O uso tópico é quando você sente o perdão daqueles que você feriu e principalmente, quando você recebe o perdão do seu Pai do céu, que sempre tem esse perdão para te conceder. Porém, haverá feridas que causamos no outro, onde a pessoa machucada não consegue ingerir esse remédio. Faça a sua parte e acalme o seu coração. Para tudo Deus tem um tempo certo e solução. Ele está sempre no controle de todas as coisas, apensas espere, creia e confie.

Você pode até tentar relutar e buscar outros médicos, outros remédios, que podem aliviar essa dor momentaneamente, mas nada será mais eficaz do que essa receita: cuidado e amor de Deus + perdão.

Esvazie-se desses sentimentos que só te machucam. Faça uma faxina na sua alma, se preencha do amor de Deus, entregue seu coração à Ele para que você seja plenamente curada e feliz.

Deus abençoe sua vida e que você seja alcançada todos os dias por esse lindo amor!!!!

Vou deixar alguns versículos para sua leitura a respeito desse remédio:

  • “Sou eu, eu mesmo, aquele que apaga suas transgressões, por amor de mim, e que não se lembra mais de seus pecados.
    Isaías 43:25
  • Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: “Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?” Jesus respondeu: “Eu digo a você: Não até sete, mas até setenta vezes sete.
    Mateus 18:21-22
  • “Não julguem e vocês não serão julgados. Não condenem e não serão condenados. Perdoem e serão perdoados.
    Lucas 6:37

 

Carta aberta: Dia dos Pais

Mãe,

Esta carta é para você. Preciso lhe falar ao coração.

Hoje, adulta, eu penso umas coisas cá comigo. Eu nunca senti o sabor da comida do meu pai. E acho que nem ele. Você sempre nos presenteou com os seus dons culinários e, sem querer, não deixou espaço para o papai cozinhar. Nem espaço para eu entender que homem também cozinha.

Eu não sei qual estilo de roupa meu pai achava que combinava comigo. E acho que nem ele. Você, sempre preocupada com o orçamento familiar, dava um jeitinho do dinheiro render e comprar várias peças de vestuário. Papai, também preocupado com o mesmo orçamento, trabalhava de sol a sol e deixava essas coisas para você. Essas coisas, que deveriam ser coisas de vocês dois.

Eu não sei como seria negociar minha primeira viagem sozinha com o meu pai. E acho que nem ele. Você, na ânsia de que tudo desse certo e ninguém saísse ferido, fazia a medição para nós dois. Enquanto você pensava que construía uma ponte entre eu e meu pai, na verdade estava construindo um muro.

Mãezinha, sei que tudo isso foi por amor e o amor é a melhor linguagem para se ensinar alguma coisa. Mesmo que a coisa ensinada, saia meia torta. Homem cozinha sim, compra roupa para o filho sim e, principalmente, dialoga com a família.

Veja bem, aprendi. Mas aprendi do meu jeito: hoje, se o pai dos meus filhos der miojo na janta, vou fazer o quê? Respeitar. Hoje, se o pai dos meus filhos resolver vesti-los descoordenadamente em relação ao meu gosto, vou fazer o quê? Respeitar. Hoje, se os meus filhos precisarem conversar com o pai deles, vou fazer o quê? Abrir a porta para eles seguirem caminho. É assim que a gente constrói uma relação rica e saudável. É assim que o pai participa: tendo espaço para ser pai.

Por isso, mãe, te agradeço. Hoje sei qual relação desejo que meus filhos construam com o pai deles. E, que no domingo, a saudação “Feliz Dia dos Pais” realmente represente algo para eles.

 

 

 

 

 

 

Mommys na estrada

Viajar é uma delícia não é? Quem não gosta! Escolher o destino, criar aquela expectativa gostosa, além da organização do roteiro que já é uma diversão!

Mas e viajar com crianças? Desanima? Escolhem sempre os mesmos destinos pra facilitar?

Toda a logística e preocupação podem causar medo, mas vou tentar ajudar e mostrar que pode ser uma experiência excepcional e, na verdade só requer um pouco mais de organização.

Vamos às dicas?

Avião, aeroporto e companhias aéreas

A escolha do voo é uma das partes mais importantes para uma viagem tranquila com as crianças. Geralmente, voos noturnos tendem a ser mais atrativos, pois, a tendência é que as crianças durmam e não percebam o passar do tempo. Se o trecho for curto, daí não se aplica, pois vai cortar o sono da criança e o efeito pode ser o contrário.

Para voos mais longos, a maioria das companhias aéreas disponibiliza serviço especial para crianças, como alimentação e entretenimento. Se possível, opte também por espaço extra nessas viagens longas. No caso de bebês de colo, há ainda a possibilidade de solicitar assento especial (na primeira fileira) com berço móvel. Em todos os casos, solicitar tais serviços previamente através do telefone ou site da companhia.

Na hora do pouso e decolagem dê a criança algo para mastigar ou sugar para evitar pressão nos ouvidos.

Arrumando as malas

Essa etapa requer atenção especial. Primeiramente, vamos pensar que as crianças que tem assento no avião se enquadram nas mesmas regras de bagagem dos adultos. No caso de crianças de colo, a regra geralmente é uma mala despachada, mais um carrinho e cadeirinha de carro. Lembrando que cada cia aérea tem suas particularidades, portanto, consultar antes.

A escolha das roupas é muito particular e deve ser levado em conta o destino, clima, idade das crianças e estilo de cada família. Eu sempre prefiro levar os looks de cada dia já prontos, para evitar excessos e conseguir otimizar espaço na mala. Levar sempre um ou dois kits extras por segurança.

Outro item indispensável na mala é a farmacinha. Levar sempre termômetro, curativos, protetor solar, repelente, analgésico, antitérmico, remédio pra enjoo e antialérgico. Peço ao pediatra também, receita para a compra de antibiótico (levo daqui) e algum outro remédio que ele julgue importante. Caso haja necessidade, chame um médico e acione o seguro saúde. Nunca viaje sem ele.

Para as malas de mão prever sempre uma troca de roupa para a criança, fraldas, itens de higiene e coisinhas pessoais como chupeta, paninho e aquele brinquedinho especial que acalma nos momentos de choro. Vale levar umas surpresinhas também! Gosto sempre de comprar uns agrados (bala, chocolate, lápis de cor e livrinhos de colorir ou brinquedinhos baratinhos) e embalar pra presente. Na hora do desespero isso surpreende e entretém por um tempinho.

Vale levar também uma muda de roupas pra você. Vai que ocorre um acidente com a fralda e terá que viajar o restante do tempo cheirando a xixi, ou ainda, coisa pior.

No caso das malas de mão, para qualquer passageiro é proibido embarque com líquidos, cremes, géis e afins, se armazenados em embalagens com capacidade superior a 100 ml. Para crianças de até dois anos algumas cias aéreas aceitam embarque de líquidos com volume superior a 100ml, tipo mamadeiras e alguns tipos de papinha. Mas novamente, vale sempre checar antes.

Lanchinhos práticos são sempre bem-vindos também. Levem biscoitos, salgadinhos e sucos (com menos de 100ml) para segurar a fome entre as refeições no avião. Para os bebês papinhas industrializadas e o leite em pó são indispensáveis.

Saúde e bem estar na viagem

Como alguns destinos podem não ter uma estrutura adequada para crianças, é importante ter sempre a mão álcool gel e lenços umedecidos para uma limpeza rápida nas mãozinhas antes da refeição ou após o uso do banheiro.

Optem sempre por água mineral, nunca se sabe as impurezas que a água pode ter né?

Não se esqueçam do protetor solar! Assim como na cidade, o uso do protetor é recomendado para qualquer tipo de exposição ao sol. Cuidado redobrado com a praia e a neve, pois, a incidência de raios é muito maior. Vale usar também de artifícios como bonés, chapéus e roupas com proteção solar.

O uso de repelente também é indicado. Sempre usando produtos de acordo com a faixa etária do seu filhote.

Uma dica bacana para a segurança de nossas crianças é o uso de identificação para facilitar em caso de perda. Eu uso pulseiras de identificação (daquele tipo que ganhamos em shows que são descartáveis e podem molhar), mas existem inúmeros modelos no mercado. Existem tatuagens, pulseiras com GPS e o bom e velho crachá. O importante é ter sempre o nome da criança, endereço de onde estarão e o telefone de contato.

Documentação

Assim como os adultos, as crianças precisam de documentos válidos para qualquer viagem no Brasil e exterior.

Dentro do Brasil os documentos aceitos são:

  • Certidão de nascimento
  • Carteira de identidade
  • Passaporte

Ainda existem variantes de acordo com a idade e com quem a criança viajará:

  • Crianças de até 12 anos incompletos podem viajar pelo Brasil com parentes de até terceiro grau (pais, irmãos, tios e avós), sem necessidade de autorização judicial. Para tanto, o responsável que acompanha a criança deve comprovar o parentesco ou filiação, por meio da apresentação da Certidão de Nascimento da criança.
  • Crianças de até 12 anos incompletos, para viajar com um maior que não seja parente de até terceiro grau, precisam apresentar documento válido de identificação e autorização dos pais (ou responsáveis legais) com firma reconhecida em cartório.
  • Crianças de 2 a 12 anos incompletos quando preciso, já podem fazer viagens nacionais desacompanhadas. Para isso, é necessário apresentar documento válido de identificação, autorização dos pais (ou responsáveis legais) com firma reconhecida em cartório e autorização da Vara da Infância e da Juventude.

Para viagens internacionais o documento necessário é o passaporte válido, assim como visto do país de destino, quando necessário.

Para países do Mercosul não é obrigatório a apresentação de passaporte, basta apresentar carteira de identidade (RG) recente.

Além disso, para que um menor saia do país é necessário que todos os seus responsáveis legais (genitores, guardiões ou tutores) que não o acompanham na viagem o autorizem, conforme a Resolução N. 131/2011 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

Existem também variantes nesse caso:

  • Para que as crianças e adolescentes viajem para o exterior acompanhadas de ambos os pais, é necessário comprovar a filiação, por meio da apresentação de documento de identificação válido.Os passaportes nacionais emitidos antes de 24 de novembro de 2014 tinham a falha de não apresentar informações sobre filiação, sendo necessário apresentar documento adicional (como Certidão de Nascimento ou RG). Quem viaja com passaportes emitidos após essa data, já com a nova informação incluída, não precisa apresentar documentos adicionais que comprovem a filiação.
  • Quando algum dos pais ou responsáveis legais não viaja junto com a criança ou adolescente, precisa autorizar a viagem expressamente, nos termos da Resolução N. 131/2011 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
  • Quando nenhum dos pais ou responsáveis legais viaja com a criança ou o adolescente, ambos devem autorizar a viagem expressamente, nos termos da Resolução N. 131/2011 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Além disso, em alguns casos, é necessária também uma autorização judicial emitida pelo Juiz da Comarca onde o requerente reside:

– Quando a criança (menor de 12 anos) for viajar sozinha (sem um adulto autorizado);

– Quando um dos genitores está impossibilitado de dar a autorização, por razões como viagem, doença ou paradeiro ignorado;

– Quando a criança ou adolescente nascido em território nacional viajar para o exterior em companhia de estrangeiro residente ou domiciliado no exterior.

Para obter esta autorização judicial, consulte o Ofício da Infância e Juventude do Fórum da região de sua residência.

Como essas normas e regras mudam constantemente, e variam também dependendo do destino, é sempre válido consultar a Polícia Federal, o Conselho Nacional de Justiça, o Consulado Brasileiro e o Estatuto da Criança e Adolescente.

Bom Mommys, acho que já deu pra começar a animar a viajar com as crianças não é? Nos próximos posts teremos mais dicas, roteiros mundo afora e muita troca de experiências e vivências!

Beijo grande

Sobre mim: Sou Carol, mãe do Carlos Eduardo (Cadu) de 5 anos e da Luísa (Lulu) de 3 anos. Arquiteta que abriu mão da carreira pra ser mãe em tempo integral (provisoriamente). Apaixonada por explorar e conhecer novos lugares. Quero viajar o mundo! Pra mim a viagem começa muito antes da partida. Amo programar, pesquisar e detalhar cada lugar que vou independente de ser um hotel fazenda aqui pertinho ou uma trip pela Ásia (sonho)! Sou Disneymaniaca e apesar de já ter ido inúmeras vezes ainda acho “The happiest place in the world”. Ter filhos mudou meu jeito de viajar, mas não me impediu de fazer ótimos passeios e ter a oportunidade agora de conhecer o mundo através de seus olhinhos inocentes. Acredito que com programação e organização podemos ir a qualquer lugar com os pimpolhos, mas sou dessas que, às vezes, os deixa pra curtir só com o marido também. O importante é viajar!

DICAS DAS MOMMYS – CURSO DRENAGEM LINFÁTICA METÓDO JOANA MEDRADO

Oiii pessoal, estou muito feliz com minha estréia no blog.

Nessa coluna sempre vamos dar dicas pra vocês,  seja de passeios, lugares, serviços e o que mais eu achar que possa interessar.

A dica de estréia veio de um assunto recorrente no grupo e, acredito, também seja uma questão pra muita gente em meio a essa crise que estamos vivendo: oportunidade de trabalho, uma forma de se reinventar, de adquirir conhecimento para ter seu próprio negócio.

Conheci a Joana Medrado através do grupo por uma outra demanda minha (que vai ser assunto pra minha outra coluna aqui no blog – sim, terei duas colunasss, uhuuu) e ela me falou sobre o curso que dá para formar profissinais aptos a aplicar seu método de drenagem, que por sinal, é milagroso!

A Drenagem Linfática Manual foi descoberta em 1920, por Vodder e atualmente é a técnica de massoterapia mais procurada no mundo. Além de proporcionar sensação de leveza e bem estar, a Drenagem Linfática elimina toda a retenção de líquidos do nosso corpo e está diretamente ligada ao nosso sistema imunológico, com papel importantíssimo na produção de células de defesa. A Fisioterapeuta Joana Medrado, desenvolveu um protocolo de Drenagem Linfática, unindo o que existe na literatura de comprovações científicas com manobras diferentes e atuais que fazem total diferença no resultado final da massagem, sem dor e sem hematomas, que é o mais importante.

O curso acontecerá no dia 26/08/2017. Para maiores informações entrar em contato com Rafaela pelo celular 9 8859-5315.

Quem quiser conhecer melhor o trabalho dela, só seguir no IG @joanamedrado

Espero que tenham gostado da primeira #dicadasmommys

Bjossss e até a próxima!

 

Quanto custa a sua ansiedade?

Vivemos em um mundo onde tudo tem que ser para ontem. São várias as demandas em casa, com os filhos, marido, família, trabalho, escola e na sociedade em geral. Isso faz com que tenhamos muitas pré-ocupações que nos deixam ansiosas e angustiadas. Preocupamos hoje com os problemas que podem e vão surgir amanhã.

A ansiedade é o mal do século e atinge todas as idades. Desde bebês e crianças que sofrem por causa do corte e da separação com os pais, os adolescentes que sofrem por conta da pressão na escola e por temerem o fato de não serem aceitos em determinados grupos sociais. Os jovens que sofrem porque têm que fazer escolhas importantes: trabalho, carreira, relacionamentos. Os adultos sofrem devido a pressão de buscarem uma estabilidade emocional e financeira, por ter que conseguir recursos para pagar as contas no final do mês e por medo do futuro de sua família e até mesmo os mais idosos sofrem de ansiedade por medo da rejeição, da solidão, das doenças e inclusive por medo da morte.

Resumindo, sempre, em todo o tempo, teremos motivos aparentes para vivermos ansiosas. Acontece que a ansiedade faz com que nossos olhos se fixem nos problemas, nos medos, nas angústias e nas pré-ocupações, fazendo que elas se tornem grandes muralhas, nos impedindo de enxergar a glória e o poder de Deus,  e isso nos afasta de vivermos em plenitude as Suas promessas.

Olhem o que a Palavra de Deus nos fala no livro de Mateus 6:25-34 “Por isso eu digo a vocês: não se preocupem com a comida e com a bebida que precisam para viver nem com a roupa que precisam para se vestir. Afinal, será que a vida não é mais importante do que a comida? E será que o corpo não é mais importante do que as roupas?  Vejam os passarinhos que voam pelo céu: eles não semeiam, não colhem, nem guardam comida em depósitos. No entanto, o Pai de vocês, que está no céu, dá de comer a eles. Será que vocês não valem muito mais do que os passarinhos?  E nenhum de vocês pode encompridar a sua vida, por mais que se preocupe com isso.   — E por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem as flores do campo: elas não trabalham, nem fazem roupas para si mesmas.  Mas eu afirmo a vocês que nem mesmo Salomão, sendo tão rico, usava roupas tão bonitas como essas flores.  É Deus quem veste a erva do campo, que hoje dá flor e amanhã desaparece, queimada no forno. Então é claro que ele vestirá também vocês, que têm uma fé tão pequena!  Portanto, não fiquem preocupados, perguntando: “Onde é que vamos arranjar comida?” ou “Onde é que vamos arranjar bebida?” ou “Onde é que vamos arranjar roupas?”  Pois os pagãos é que estão sempre procurando essas coisas. O Pai de vocês, que está no céu, sabe que vocês precisam de tudo isso.  Portanto, ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus e aquilo que Deus quer, e Ele lhes dará todas essas coisas.  Por isso, não fiquem preocupados com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã trará as suas próprias preocupações. Para cada dia bastam as suas próprias dificuldades.”

A ansiedade é incompatível com a fé, pois não combina com os que acreditam e confiam em Deus. Deus de detalhe, que cuida, que controla,  que cura, que provê e que não nos deixa ter falta de absolutamente nada. Ele não só nos dá uma ordem: não precisamos ficar ansiosas, mas também nos dá uma solução para combatê-la. Como um remédio, simples, gratuito, acessível e eficaz. Esse remédio se chama ORAÇÃO. Crer que através do nosso diálogo com Deus, Ele nos escuta, nos traz a segurança de que Alguém muito maior do que nós está nos protegendo e cuidando de todas as coisas. A oração faz por nós aquilo que a pré-ocupação não faz e a presença real Dele nos traz uma profunda segurança anulando os efeitos da ansiedade. Abra seu coração para Deus,  mostrando e entregando para Ele tudo que te angustia, e confie que Ele cuidará de tudo que você deseja e precisa.

Quando usamos esse remédio de maneira contínua, recebemos a cura que é a paz. A Palavra de Deus nos fala em Filipenses 4:6-7 “Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido. E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus.”

Essa paz, que excede todo entendimento, nos traz calma mesmo quando estamos enfrentando as situações mais incertas e ela só é obtida através da fé que vêm desse relacionamento íntimo de confiar em Deus. Não deixe a ansiedade diminuir a sua fé, a sua alegria e a certeza de que você tem um Pai que sempre cuida de você e da sua família. Não ande ansiosa por coisa alguma, entrega todas as suas preocupações Aquele que realmente tem o poder sobre todas as coisas e que já preparou o melhor para você.

Deus abençoe sua vida e até o nosso próximo encontro! Beijinhos no seu coração.

Corretivo amigo!

Olá meninas, hoje vou falar de um item indispensável, o corretivo!!

Resolvi escrever esse post para tirar todas as dúvidas que surgem em relação a correção de olheiras e manchas.  É só seguir essas dicas que vc vai enfim conseguir acertar!

PREPARE A ÁREA DOS OLHOS

Eu sempre falo o quanto é importante passar um hidratante antes de começar a maquiagem.

Mas você tem um creme específico para a região dos olhos? A maioria dos hidratantes de rosto não podem ser passados muito perto dos olhos, essa é uma região super sensível e que precisa de um cuidado especial. Outra função importante  do hidratante é que ele vai suavizar as linhas de expressão, assim a probabilidade do corretivo craquelar diminuirá relativamente. E sempre escolha um hidratante que absorva rápido para não atrapalhar a durabilidade do corretivo.

VEJA QUAL A SUA NECESSIDADE DE CORREÇÃO

Vocês já devem ter vistos aqueles corretivos com cores: laranja, verde, violeta. Esses produtos têm a função de neutralizar manchas específicas do rosto. Por exemplo: o laranja (ou salmão) neutraliza as manchas escuras como melasma e olheiras. Já o verde neutraliza as espinhas a é bom para quem tem rosácea (vermelhidão). Então se sua pele não precisa de tantas correções, não precisa investir nesses produtos. Vá apenas no corretivo tradicional.

VEJA O TOM IDEAL PARA O SEU TOM DE PELE

Hoje em dia as pessoas usam muito o corretivo para iluminar o rosto, mas antes de iluminar você precisa corrigir. E isso significa que você precisa de um corretivo no seu tom de pele e não mais claro ( Isso é lenda). Depois que você fez a correção aí sim você pode dar uma iluminada com um corretivo um pouco mais claro.

ESCOLHA A “FERRAMENTA” CERTA

Eu particularmente não troco o  pincel por nada, adoro o pincel de esfumar o corretivo, acho que ele deixa um aspecto mais natural, ele cobre, mas não deixa excesso, assim não marca as linhas de expressão.

APLIQUE O CORRETIVO SEMPRE DEPOIS DA BASE

Essa é uma questão recorrente, então vou explicar: quando você aplica o corretivo antes, quando  for aplicar a base vai acabar espalhando o produto que estava por baixo e o resultado não vai ser o esperado.

SEMPRE APLIQUE EM UMA LUZ NATURAL

Se você já saiu na rua com um tom errado de corretivo, mas achava que estava certo,  a culpa quase sempre é da pouca  luz do seu banheiro ou quarto. A maneira correta de aplicar o corretivo (e a maquiagem em geral) é usando a luz natural do dia. Se você estiver se maquiando a noite tente colocar umas luzes extras no ambiente em que você estiver, assim você não levará um susto quando sair de casa.

Agora é só colocar em prática todas essas dicas e dá tchauuuuu para as olheiras!!

Se tiver mais alguma dúvida é só perguntar!

Até a próxima!

Paula Martins Adjuto

SÚPLICAS DE UM AVÔ ( serve para avó também )

“Primeiro: nunca me afaste dos meus netos.

A distância suportável é aquela do alcance dos olhos ou, no máximo, aquela que me permite em poucos minutos – mas pouquíssimos mesmo – estreitá-los nos meus braços.

Segundo: nunca os corrija na minha presença.

Nós, avós, acumulamos uma experiência que nos permite, hoje, arrepender por ter feito isto na presença dos nossos pais. É doloroso ver meus netinhos impedidos de um brinquedo, de uma vontade, olhando, obediente, os outros brincarem. Nosso coração chora.

Terceiro: se eles chorarem querendo o avô, não os contrarie.

Na verdade, eles nem precisam chorar, dá para perceber a vontade deles.A qualquer hora nós os acolheremos, seja participando de suas brincadeiras, seja acolhendo-os na nossa cama, brincando de cabana, fazendo guerra de travesseiros e, por fim, velando o soninho recompensador deles.

Quarto: nunca infrinja um castigo físico aos meus anjinhos.

A eventual mordida, o eventual tapa, o puxar de cabelos é uma reação a um estímulo. Vamos descobrir este estímulo. Meus netos não fazem isto por maldade ( lembrem-se que são anjos ), o coração deles é de amor.

Quinto: tenham paciência se eles demoram a dormir.

Dormir é bom para nós adultos que vivemos num mundo atribulado e o sono nos proporciona energia para enfrentar o dia-a-dia seguinte. O mundo dos meus netos é de faz-de-conta; é muito melhor ficar acordado. Me entreguem eles quando sentirem que a paciência começa a acabar; vou contar estórias lindas para eles (ser avó incorpora uma grande capacidade de contador de estórias).

Sexto: não cobrem deles atitude de adultos.

Não sei porque os pais acham bonito o filhinho ter postura de adulto.

Criança é criança e é bom que eles aproveitem cada minuto desta criancice. Eles não pensam como os adultos (menos os avós), a cabecinha deles é de sonhos, não está conspurcada pelos conceitos modernos disto ou daquilo. Eles são puros e agem segundo esta pureza.

Sétimo: deixem o avô amar eles incondicionalmente.

Não sabia, até tê-los, que nada no mundo é melhor que a existência dos meus netos. Se me emociono, podem ter certeza, o principal motivo é a travessura que eles fizeram, é a tirada inesperada em uma situação, é o sucesso em montar um brinquedinho ou resposta a uma pergunta mais difícil, é o neologismo abundante no seu falar todo próprio, enfim, é a simples lembrança deles.

Não os estrago, tempero as atitudes dos adultos na receita de uma futura lembrança boa da infância que tiveram (agora entendo a saudade que tenho da única avó que conheci, e por pouquíssimo tempo).

Amá-los e tê-los próximos é a principal razão da minha vida.

Por fim, não pensem que me coloco na situação de que, nós avós, sabemos de tudo. Não, não sabemos, se soubéssemos seríamos avós muito mais cedo.

( inspirado na imensa saudade do Deco e da Fefê, na peraltice do Peto e no sorriso constante do Lobi ).

Há 4 anos recebi esse texto do meu pai… e não há dia melhor para compartilhar. Feliz Dia dos Avós!
Mariana Bicalho

O Nosso Queridinho CHOCOLATE

Se existe um clássico mais cheio de amor do que Torta de Chocolate eu não conheço!
A mistura de texturas dessa receita vai surpreender sua família, convidados, ou você mesma, que está super afim de uma sobremesa bem leve, delicada e surpreendente!!!
Essa receita além de super fácil de fazer, tem ingredientes simples e resulta num doce de textura cremosa e sabores incomparáveis!!!

Depois vem aqui me contar o que achou!!! Combinado???

TORTA GELADA DE CHOCOLATE

INGREDIENTES

100 g de manteiga em temperatura ambiente
1 1/2 xícara (chá) de biscoito maisena esfarelado
1/2 xícara (chá) de açúcar
1 envelope de gelatina sem sabor ou 3 folhas.
1 xícara (chá) de água
200 g de chocolate meio amargo picado
1 caixa de creme de leite
1 garrafa de creme de leite fresco
5 colheres de cream-chease
1 colher (chá) de baunilha
½ lata de creme de leite gelado e sem soro

MODO DE PREPARO

Misture a manteiga, o biscoito e o açúcar até obter uma farofa úmida.
Forre com esta massa o fundo e as laterais de uma forma para tortas, pressionando bem, dê uma assada rápida, uns 10 min no forno alto 240 Graus.
Depois, em uma panela, coloque a gelatina, adicione a água e deixe descansar por 1 minuto, aquecendo até dissolver bem.
Reserve.

Em seguida, derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas.
Bata o creme de leite fresco e adicione o cream-chease e o chocolate derretido. Continue batendo até a mistura ficar leve.
Adicione à mistura o leite condensado, a baunilha e a gelatina derretida. Misture bem.
Finalize adicionando o creme de leite gelado, misturando novamente e colocando sobre a massa. Leve à geladeira por, no mínimo, 3 horas.

PS: Podemos adicionar nozes, castanhas e pedações de chocolate ao leite!!!

Essa torta é um coringa e vocês vão arrasar!!!

 

Você é princesa, você é filha do Rei!

Creio que muitas de nós, senão todas, por algum momento sonhamos em ser princesas. Algumas conseguiram, por alguns instantes, realizar esse sonho: seja usando uma fantasia em uma festa, comemorando um aniversário quando criança, no dia do baile no aniversário de quinze anos, no dia do noivado, no dia do casamento, no dia da tão sonhada formatura, ou até mesmo quando simplesmente nos sentimos amadas, quando recebemos declarações de amor e nos sentimos especiais, únicas…

Quem nunca se imaginou vivendo esse Conto de fadas? Mas a verdade é que você já vive o Conto de Deus, porquê independente de todas essas circunstâncias, fomos criadas para sermos princesas, na nossa essência. E tudo isso só é possível porque temos um PAI que é majestoso, glorioso, o maior REI de todos os reis. Você é filha do mesmo Deus que criou todas as coisas e por isso você é a princesa do Conto de Deus.

No dia que você entender e ter fé para crer nessa verdade espiritual, de que o seu PAI é o Rei, o dono do céu e da terra, do ouro e da prata, e que por isso você é verdadeiramente uma princesa amada, sua visão sobre tudo nesse mundo mudará.

Como filha do Rei, você é herdeira de suas promessas e não existirá uma história mais bela do que a sua, a história sonhada, escrita e desenhada pelas mãos de Deus. Não é necessário possuir coroa, nem carruagem, nem palácio, nem vestidos glamorosos, nem príncipe, nem reino. Nada disso faz de você uma verdadeira princesa. O que te faz princesa é você ter a certeza de quem você é filha.

Agora, como filha, você tem livre acesso ao seu PAI, sem reserva, sem limitação, sem condição, sem nenhuma restrição. Quando você entrar na presença do Rei, Ele te olhará como a menina dos Seus Olhos e nesse momento, te concederá todos os desejos do seu coração. Ele te dará por herança, o direito de todas suas promessas: sua plenitude, dons, frutos, riquezas, autoridade e domínio.

Se por algum dia na sua vida, você achou que você não era nada ou ninguém importante, sugiro que você mude o seu olhar sobre si mesma e reconheça quem você é perante a Deus. Não aceite nada menos do que ser reconhecida como uma linda princesa, amada, perdoada, aceita e protegida, filha do REI.

Deixo aqui dois versículos Bíblicos para refletirmos até o nosso próximo encontro:

  • Efésios 2:6: “Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus.”
  • Romanos 8:14-17 “Pois aquele que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Porque o Espírito que vocês receberam de Deus não torna vocês escravos e não faz com que tenham medo. Pelo contrário, o Espírito torna vocês filhos de Deus; e pelo poder do Espírito dizemos com fervor a Deus: “Pai, meu Pai”. O Espírito de Deus se une com o nosso espírito para afirmar que somos filhos de Deus. Nós somos seus filhos, e por isso receberemos as bênçãos que ele guarda para o seu povo e também receberemos com Cristo aquilo que Deus tem guardado para ele. Porque, se tomamos parte nos sofrimentos de Cristo, também tomaremos parte na sua glória.”

Beijinhos no seu coração, linda princesa, e até a próxima postagem.